Morre bebê de 1 ano que caiu em canal no Recreio dos Bandeirantes

A menina Cristal da Silva Cardoso de um ano e dois meses morreu, na noite desta sexta-feira. A informação foi divulgada pelo hospital onde a criança estava internada. O estado de saúde de Cristal foi considerado gravíssimo durante todo o dia. A menina teve uma parada cardíaca depois de ficar cerca de 20 minutos debaixo d'água. Ela respirava com a ajuda de aparelhos desde que deu entrada no hospital.

Segundo uma nota divulgada pelo hospital, a menina não havia apresentado melhoras no estado de saúde desde o momento em que chegou ao hospital.

 

Motorista será indiciado

 

A bebê viajava com a mãe, Leila Ribeiro da Silva, e um casal de amigos. O motorista, Moacir da Silva, 48 anos, teria tentado uma ultrapassagem proibida e perdeu o controle do veículo, caindo no canal. Os três adultos conseguiram sair com ajuda de um pescador e guardas municipais.

Bombeiros da Barra da Tijuca chegaram logo em seguida ao local e conseguiram içar o carro, que tinha afundado, mas o bebê não foi encontrado. Vinte minutos depois, os mergulhadores localizaram a menina, desacordada, no fundo do canal.

Na 42ª DP (Recreio), a polícia constatou que o motorista Moacir da Silva tinha ingerido bebida alcoólica antes de dirigir. Além disso. ele estava com a carteira de habilitação vencida há mais de 8 anos.

 

 

Exame não indicava danos cerebrais

 

Ainda na manhã desta sexta-feira, a menina Cristal foi submetida a uma tomografia e os resultados não indicavam danos cerebrais. Como o exame era preliminar, não era possível saber se Cristal teria ou não sequelas. ou não com sequelas. Em todo o tempo que passou no hospital, ela esteve sedada e respirando por aparelhos.