Operação contra grupo que desviava remédios termina com pai e filho presos

Agentes da 20ª DP (Vila Isabel), com  apoio de policiais da Delegacia de Repreensão aos Crimes Contra a Saúde Pública (DRCCSP) e de  agentes da Corregedoria da Secretaria de Saúde de São Paulo, prenderam, em flagrante, na manhã desta segunda-feira, Willer Andrade Soares, 63 anos e seu filho, Willer Andrade Soares Júnior, de 33 anos. Eles são acusados de receptação de medicamentos usados no tratamento de câncer. Parte do material foi apreendido na casa de Willer Júnior, no bairro do Grajaú.

De acordo com os policiais, uma informação passada ao Disque-Denúncia desencadeou  investigações que constataram que os suspeitos desviavam medicamentos  do Instituto Nacional do Câncer (Inca), dos Hospitais  do Andaraí e da Polícia Militar. Willer, o pai, é proprietário uma drogaria, no bairro Engenho de Dentro, onde foi preso, e com filho mantinha uma distribuidora de remédios com os produtos médicos desviados.

Ainda de acordo com os agentes, os dois estão sendo investigados como receptadores de medicamentos roubados em São Paulo .O valor  da apreensão foi estimado em R$ 80 mil.  No estado de São Paulo, nesta segunda-feira, aconteceu uma operação semelhante.  Nas ações no Rio de Janeiro e em São Paulo, os  medicamentos apreendidos  foram avaliados em cerca de R$ 160 mil.