Guia turístico que matou irlandesa é preso na Baixada

rio - Policiais civis da 64ª DP (São João de Meriti) prenderam Lazaro Afonso Calheiros, conhecido como Baiano, 33 anos. Ele estava foragido do presídio Plácido de Sá Carvalho desde 2008, onde cumpria pena de 25 anos de prisão  por roubo seguido de morte, praticado no município de Angra dos Reis, em 2001.

O caso ficou conhecido como o “crime da cachoeira”, tendo em vista ter sido praticado na Cachoeira da Feiticeira, em Ilha Grande, onde Baiano atuava como guia turístico da região.

Na tarde do dia 7 de junho de 2001 ele seduziu uma turista irlandesa de 26 anos, durante uma caminhada até o centro da ilha,  roubou todos seus pertences e dinheiro, jogou a vítima de uma ribanceira de cerca de 15 metros e terminou por matá-la a pedradas.

Segundo o titular da 64ª DP, delegado Marcos Santana, Baiano foi preso sem reagir enquanto jogava cartas em um bar, no centro de São João de Meriti. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão, expedido em 2008, pela Vara de Execuções Penais. Após conseguir o beneficio do regime semiaberto, ele não retornou mais ao presídio, sendo considerado foragido da Justiça.