Depois da pacificação, Penha vai receber Arena Carioca

RioUrbe vai investir mais de R$ 5 milhões nas obras do equipamento, que terá apelo sustentável, climatização e isolamento acústico

 

RIO - O Parque Ari Barroso vai ser contemplado com a construção da Arena Carioca da Penha. A Prefeitura vai investir mais de R$ 5 milhões nas obras do equipamento, que vai ocupar o trecho da esquina da Avenida Brás de Pina com a Rua Flora Lobo. As obras serão gerenciadas pela RioUrbe, empresa municipal subordinada à Secretaria Municipal de Obras (SMO).

Serão oito meses de obra para que a população do entorno possa se beneficiar com um local que, além de estimular a cultura, também possui apelo sustentável. A cobertura da arena será toda em telhado verde, uma forma de amenizar o impacto ambiental gerado pela construção.

A Arena Carioca da Penha vai ocupar uma área de 2 mil m² e terá três pavimentos e uma construção em anexo. O primeiro andar da Arena conta com arquibancada para cerca de 270 pessoas, palco e um camarim. O mezanino terá outra arquibancada com 140 lugares, mais um camarim e área técnica com cabine de som e luz. No terraço com vista panorâmica ficará localizado o bar e os sanitários masculino e feminino. O prédio em anexo terá dois andares, onde estão projetados bilheteria, gerência, recepção de artistas, sala multiuso, bar vestiário e depósitos.

Este novo modelo de Arena Carioca (os antigos eram chamados de Lona Cultural) conta com sistema de climatização, isolamento acústico, palco profissional, rampas de acesso para deficientes físicos e ainda terá um telão na parte externa da construção que permite a exibição de vídeos ao ar livre.