Polícia prende suspeito de ser o braço direito do traficante Matemático

RIO - A Polícia Civil do Rio prendeu na manhã desta sexta-feira, na Rodovia Rio-Santos, um suspeito de ser o gerente do tráfico da Favela da Coreia, em Senador Camará, na Zona Oeste. Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) abordaram o suspeito na altura do município de Itaguaí, na Baixada Fluminense. Segundo a Polícia, o homem tinha fugido da operação realizada na Favela da Coreia ontem pela manhã.

De acordo com a polícia, ele pode ser o braço-direito do traficante Márcio José Sabino Pereira, o Matemático, Há cinco mandados de prisão por tráfico de drogas contra o suspeito.

Ontem, policiais militares do 14º Batalhão realizaram uma operação nas favelas da Coreia, em Senador Camará, e Vila Aliança, em Bangu. Dois homens, que teriam ligação com o comércio de entorpecentes, foram mortos. Quatro traficantes foram presos e um deles, segundo a polícia, seria fugitivo do cerco formado pelas forças de segurança pública no complexo do Alemão. 

 

Violência no Rio

O complexo do Alemão está ocupado pelas forças de segurança desde o dia 28 de novembro. A tomada do local aconteceu praticamente sem resistência numa ação conjunta da Polícia Militar, Civil, Federal e Forças Armadas.

A polícia investiga uma possível fuga de traficantes pela tubulação de esgoto do Alemão antes dos policiais subirem o morro. No dia 25 de novembro, a polícia assumiu o comando da Vila Cruzeiro, na Penha. Ambos dominados, até então, pela facção criminosa Comando Vermelho. As ações foram uma resposta do Estado a uma série de ataques, que começaram na tarde do dia 21 de novembro.

Em uma semana, pelo menos 39 pessoas morreram e mais de 180 veículos foram incendiados por criminosos nas ruas do Rio de Janeiro.