Rio comemora Proclamação da República com recuperação de dois monumentos na cidade

Marechal Deodoro, na Glória, será entregue nesta segunda-feira, e General Osorio, na Praça XV, será restaurado

RIO - A Secretaria de Conservação e Serviços Públicos anunciou, neste domingo, a restauração completa do monumento a General Osório, o primeiro da República, situado na Praça XV de Novembro, no Centro do Rio. A licitação para execução deste serviço, no valor de R$ 250 mil, foi autorizada e a previsão é de que esteja concluída em dezembro.

Já nesta segunda-feira, dia em que se comemora a Proclamação da República, a Secretaria entrega recuperado à população o monumento a Marechal Deodoro, localizado na Praça Marechal Deodoro da Fonseca, na Glória, na Zona Sul. Além do monumento com 12 metros de altura, a programação de serviços incluiu a recuperação das caixas para instalação de iluminação, revisão e pintura do gradil, recuperação do portão, poda de árvores e limpeza do sistema de drenagem.

O monumento a General Osorio será restaurado pela primeira vez desde 1890, quando foi inaugurado. Esculpida pelo escultor Rodolfo Bernardelli, a estátua sofreu com o vandalismo ao longo dos anos: a espada do general foi furtada, assim como o portão, as inscrições em bronze, bolas de canhão da Guerra do Paraguai, entre outros danos.

“Esta obra tem um grande valor artístico, patrimonial e histórico para a nossa cidade. General Osório é o patrono da cavalaria do Exército Brasileiro e herói da Guerra da Paraguai. A Prefeitura entende a importância de valorizar esta identidade nacional, cuidando dos monumentos que traduzem a nossa história. Estamos orgulhosos por promover a restauração deste monumento 120 anos depois de sua inauguração”, afirmou o secretario municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osorio.