OAB julgará advogados envolvidos em inquérito de caça-níqueis

Gustavo de Almeida, Agência JB

RIO - O Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Rio, instaurou nesta quarta-feira seis processos disciplinares para averiguar a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal contra os advogados José Renato Granado Ferreira, César Guimarães Sobreira, Silvério Nery Cabral Junior, Sergio Luzio Marques Araújo, Virgílio de Oliveira Medina e Carlos Pereira da Silva.

Os advogados foram presos na Operação Furacão, da Polícia Federal, sob acusação de envolvimento na compra de sentenças judiciais favoráveis a organizações criminosas ligadas às máquinas caça-níqueis e ao jogo do bicho.

O presidente da OAB/RJ, Wadih Damous, afirmou que, face a gravidade da denúncia oferecida pelo MPF contra os seis advogados, as acusações serão apuradas com todo o rigor e serenidade, como prevê o estatuto da Ordem, sem corporativismo .