Rio

Estado poderá ter programa de apoio psicossocial nas escolas

.

Foto: Reuters / Amanda Perobelli
Credit...Foto: Reuters / Amanda Perobelli

Estudantes e profissionais da Educação da rede estadual de ensino poderão contar com um Programa Psico Socioemocional nas escolas. O objetivo é mitigar os reflexos da pandemia do covid-19 no processo de aprendizagem, oferecendo apoio especializado à comunidade escolar. É o que dispõe a Lei 9.456/21, de autoria do deputado Luiz Paulo (Cidadania), sancionada pelo governador em exercício, André Ceciliano, e publicada em edição extra do Diário Oficial de terça-feira (16).

"A lei que acabo de sancionar atende a um pedido da comunidade escolar. Tenho certeza que esse programa será de grande valia não só para os alunos, como para todos os profissionais de Educação", declarou Ceciliano.

A implementação do programa deverá contar com a parceria das secretarias de Estado de Educação, de Ciência, Tecnologia e Inovação e de Saúde, além do apoio através de convênio de outras instituições públicas e privadas com habilidades socioemocionais e de terapia de grupo. Os estabelecimentos deverão contemplar estratégias e ações sobre o tema nos respectivos projetos pedagógicos. Os municípios fluminenses também poderão contribuir para a efetivação do programa por meio dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

”Nas sessões pedagógicas, os nossos estudantes terão a oportunidade de discutir estratégias para aumentar a produtividade, combater a procrastinação e promover hábitos de estudo saudáveis. Nas sessões de atendimento psicológico, os alunos são convidados a conversar sobre meios para cultivar a saúde emocional e administrar ansiedades em relação ao futuro”, comentou o deputado Luiz Paulo.

Na terça-feira Ceciliano e o secretário de Educação, Alexandre Valle, receberam alunos da Escola Estadual Marechal Zenóbio da Costa, localizada em Nilópolis, na Baixada Fluminense. O grupo foi selecionado para a Olimpíada de Matemática na China. Durante a conversa, foram citados os desafios de se manter o vínculo dos estudantes com as escolas em função do impacto da pandemia.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais