Rio

Começa neste domingo o Congresso Mundial de Arquitetos, no Rio

Exposições e atividades culturais inéditas do evento marcam a reabertura do Instituto dos Arquitetos do Brasil/RJ ao público

Foto: divulgação
Credit...Foto: divulgação

O 27º Congresso Mundial de Arquitetos (UIA2021RIO) vai inaugurar neste domingo (18), às 11h30, um
conjunto de exposições e atividades culturais inéditas na sede do departamento do Rio de Janeiro
do Instituto de Arquitetos do Brasil (Beco do Pinheiro, 10 - Flamengo). Serão as únicas atividades presenciais do evento, devido às restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. Para a sua
realização, o evento tem o apoio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU-BR) e da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA). A entrada é gratuita e haverá controle de acesso, seguindo todos os protocolos de distanciamento social. A programação principal do UIA2021RIO começa no mesmo dia, de forma digital.

O evento de destaque é a exibição "Arquiteturas em Português - Diálogos Emergentes", filme-exposição apresentado pelo Conselho Internacional dos Arquitetos de Língua Portuguesa (CIALP). Com curadoria de Ana Vaz Milheiro, Inês Lima Rodrigues e Jorge Figueira, e coordenação de Rui Leão, o filme-exposição contará com 11 trabalhos de ateliers de oito territórios: Brasil, Cabo Verde, Goa, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe. No salão da sede do IAB/RJ, esse conteúdo pode ser visto ao mesmo tempo em várias telas, o que vai proporcionar uma nova experiência de reflexão a partir desse mosaico cultural do Rio e da arquitetura lusófona.

Para a arquiteta e copresidente do IAB/RJ, Lígia Tammela, a reabertura do IAB/RJ para as atividades
do UIA2021RIO tem uma enorme relevância simbólica - é a realização do maior evento de arquitetura
e urbanismo do mundo na sede de um Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) que chega ao
centenário este ano:

"Essa ocupação que estamos montando e que vai abrir no domingo está congregando várias instituições, como o CAU-BR e o CIALP. É, para nós, uma grande alegria e oportunidade praticar esse conceito de espaço de compartilhamento de recursos, seja por meio dos suportes audiovisuais, dos projetores ou do próprio salão como uma praça. Esses recursos vão trazer uma variedade estética, de narrativas que configuram a riqueza da nossa cultura. Afirmar nossa capacidade de organização enquanto sociedade civil é muito importante no cenário atual com tantos desafios – afirma Lígia.

Junto à exibição do “Arquiteturas em Português - Diálogos Emergentes", os monitores vão expor
“Corpos no Mundo”, que conta com pílulas audiovisuais com artistas das periferias e favelas do Rio
de Janeiro, com o objetivo de apresentar suas pesquisas artísticas, reflexões, deslocamentos,
tensionamentos, e de mostrar a cidade do Rio através dos seus moradores. A curadoria é da arquiteta Lígia Tammela e da produtora cultural da Maré Pamela Carvalho. O objetivo de colocar as intervenções visuais lado a lado é reconhecer que países que falam a língua portuguesa compartilham uma história de colonização e enfrentam os mesmos desafios sociais, econômicos e políticos, para proporcionar ao público a oportunidade de encontrar novas soluções que sirvam tanto ao Brasil quanto aos demais países.

DEMAIS EVENTOS NO IAB/RJ
Além desta exposição, também acontecerá na sede do IAB/RJ:

* Conteúdo audiovisual do UIA2021RIO e exibição de arquiteturas de todos os mundos dentro do auditório;
* Estande do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), com telão de Led gigante;
* Exposição de trabalhos selecionados do 7º Fórum Internacional sobre o Patrimônio Arquitetônico FIPA;
* Seleção de projetos contemporâneos chineses;
* Seleção de projetos brasileiros e internacionais que dialogam com os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU;
* Mapa mundi no centro do salão com diferentes fusos-horários, representando a proposta do UIA2021RIO de unir pessoas que estão ao redor do globo, através do congresso virtual;
* Tecidos acrobáticos pendurados no teto vão incentivar experiências sensoriais entre os visitantes, representando o encontro de instituições de arquitetura nos quais se vão lançando fios e tecendo redes;

Neste domingo (18), haverá a comemoração dos 30 anos do Centro Internacional dos Arquitetos de Língua Portuguesa (CIALP), com a presença do embaixador de Portugal, da diretora do Instituto Camões, do presidente do CAU-BR, e do presidente do Comitê Executivo do UIA2021RIO, o arquiteto Sérgio Magalhães.