Teatro - 27 de maio a 2 de junho

TEATRO/ESTREIA

GIMBA, O PRESIDENTE DOS VALENTES – Texto de  Gianfrancesco Guarnieri. Adaptação: Paulo Lins e Caíque Botkay . Direção de Caíque Botkay. Com Cintia Rosa, Silvio Guindane, Antônio Pitanga, Maria Ceiça, Cia. Aérea de Dança e elenco. A peça mostra a realidade das favelas cariocas através da trajetória de Gimba, um homem dividido entre a bondade e a vontade de continuar no mundo do crime. Teatro Sesc Ginástico, Av. Graça Aranha, 187, Centro (2279-4027). Cap.: 513 pessoas. 5ª a  dom., às 19h. R$ 20. Menores de 21 anos, estudantes e idosos pagam meia. Comerciários: R$ 5. 14 anos.  Duração:  Até 26 de junho. Estreia na quinta (02/06)

TEATRO/REESTREIAS

ADULTÉRIO – Criação coletiva da  Cia Atores de Laura. Direção e dramaturgia de  Daniel Herz. Com Ana Paula Secco, Anderson Mello, Leandro Castilho (5ª), Luiz André Alvim (6ª a dom.), Marcio Fonseca, Paulo Hamilton e Verônica Reis. Inspirado no universo do autor teatral Luigi Pirandello, além de levantar a questão da infidelidade conjugal, com todas as suas nuances e  consequências, o espetáculo convida à reflexão típica de Pirandello: o que, afinal, é a realidade e o que é a representação? Teatro Leblon / Sala Fernanda Montenegro, Rua Conde Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 417 pessoas. 5ª a sáb.,  às 21h;  dom., às 20h. R$ 50 (5ª e 6ª) e R$ 60 (sáb. e dom.). Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20. Reestreia na quinta (02/06). 

ESTAÇÃO STAND-UP – Texto, direção e interpretação de  Daniel Belmonte, Rafael Studart, Nigel Goodman e Murilo Couto. O grupo de atores explora o estilo stand up comedy para falar com humor sobre os mais variados temas e assuntos. Teatro Municipal  Ziembinski, Avenida Heitor Beltrão, s/nº, Tijuca, em frente ao metrô São Francisco Xavier (3234-2003). Cap.: 132 pessoas. 5ª, às 20h.  R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos.  Duração: 1h30. Até 30 de junho. Reestreia na quinta (02/06)

[email protected] - Texto de Luca Millani. Direção de Will Gama. Com  Aline Mendonça, Eduardo Rossan, Waleska Saddock e Will Gama. A comédia retrata  uma família totalmente contagiada pelo peso do stress, enquanto o público se identifica com seus cômicos conflitos. Teatro Eduardo Kraichete / Espaço Cultural da Associação Médica Fluminense, Av. Roberto Silveira, 123, Icaraí, Niterói (2710-1549). Cap.: 330 pessoas. 5ª, às  21h. R$ 40. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos.  Duração: 1h. Até 30 de junho. Reestreia na quinta (02/06).

TEATRO/ÚNICAS APRESENTAÇÕES

COMÍCIO GARGALHADA – Texto e interpretação de Rodrigo Sant'Anna. Direção de Thalita Carauta. No formato de um comício eleitoral, o comediante Rodrigo Sant'Anna, intérprete do personagem Edmilson, do programa Zorra Total, na Rede Globo, faz show com sua galeria de personagens. Theatro D. Pedro, Praça Expedicionários, s/n°, Centro, Petrópolis (24 2235-3833). Cap.: 500 pessoas. 5ª (02/06), às 20h.  R$ 40. Estudantes, idosos e portadores de deficiência física pagam meia. 12 anos. Duração: 1h10.   

DON QUIXOTE NAS BODAS DE CAMACHO – A ópera inspirada no personagem criado pelo espanhol Miguel de Cervantes e composta pelo compositor barroco alemão George Phillip Telemann em 1671 será apresentada por alunos da UFRJ das Escolas de Música, de Comunicação e de Belas Artes, com participação da Orquestra Sinfônica da UFRJ, qdirigida  por  Marcelo Fagerlande. Participação da cravista Clara Albuquerque. Teatro Municipal de Niterói, Rua 15 de Novembro, 35, Centro (2620-1624). Cap.: 400 pessoas. 5ª (02/06),  às 20h. R$ 10. Estudantes e idosos pagam meia. Livre. Duração: 1h. 

DANÇA/EM CARTAZ

LADO B – Concepção do grupo Dissidio Coletivo de Dança Contemporânea. Direção, roteiro e coreografia de João Wlamir. Intérpretes: Bettina Dalcanale,  Laura Prochet,  Monica Barbosa,  Karen Mesquita, e Manoel Francisco como Madame Tchersvasky. Participações especiais: Claudia Raia  (voz-off) e John Lennon da Silva. Sob a tirania de um coreógrafo alucinado e de uma voluntariosa  maître de ballett – a russa Madame Tchersvasky – quatro bailarinas mostram o avesso do universo etéreo que se imagina da dança clássica. Centro Cultural Correios, Rua Visconde de Itaboraí, 20,  Centro (2219-5165). Cap.: 200 pessoas. 5ª a dom., às 19h. R$ 20. Estudantes, menores de 21 anos e maiores de 65 anos pagam meia. Livre. Duração: 50 minutos. Até 5 de junho. 

MANUEL DE FALLA – CANTO E DANÇA – Com  Clarice Prietto, Eliane Carvalho, Laura Laguna, Renata Nogueira, Rodrigo Garcia, Eliara Puggina (piano) e Andrea Moniz (violino). O espetáculo em homenagem ao compositor espanhol Manuel de Falla (1876-1946) traz as obras de  Siete Canciones Españolas, Vida Breve nº1 e o bailado El Amor Brujo, com coreografia de dança flamenca contando a história de Candela, uma cigana cujo amor por Carmelo é atormentado pelo espírito de seu antigo amante José, que aparece só para ela. Centro Cultural Justiça Federal, Av. Rio Branco, 241, Centro (3261-2550). Cap.: 142 pessoas. 4ª e 5ª, às 18h30.  R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Até 9 de junho.  Estreia na quarta (01/06).

DANÇA/ÚNICAS APRESENTAÇÕES

PILOBOLUS DANCE THEATRE / METAMORPHOSIS – A companhia norte-americana que une a dança com movimentos acrobáticos apresenta o espetáculo "Metamorphosis" com cinco peças criadas em momentos distintos do Pilobolus: Untitled (1975/14min) mostra uma  pantomina sobre o relacionamento entre os diferentes sexos; The transformation (2009/5min)  narra a transformação de uma jovem mulher; Duet (1992/12 min.) traz  a história da afeição entre duas mulheres. Redline (2009/14 min) fala da da beleza e futilidade. Hapless hooligan in still moving(2010/28min) é uma tragicomédia romântica sobre um casal,  separados em vida e reunidos após a morte. Theatro Municipal do Rio de Janeiro,  Praça Floriano, s/nº,  Centro (2299-1711). Cap.:  2.244 pessoas. 4ª (01/06) e 5ª (02/06), às 20h30.  R$ 40 (galeria),  R$ 80 (balcão nobre), R$ 90 (balcão supeiror),  R$ 150  (platéia e balcão nobre). Frisas e camarotes: R$ 900 (com seis lugares). 10 anos.  Duração: 1h45 (com intervalo).

TEATRO/GRÁTIS

O SANTO E A PORCA: IMITAÇÃO NORDESTINA – Texto de Ariano Suassuna. Com a Companhia Teatral Recontando Conto. Direção de Andréa Terra. Para realizar seu sonho de casar com Pinhão, a esperta criada Caroba arquiteta um plano mirabolante, que envolve  patrão, um avarento fazendeiro que esconde sua fortuna em uma porquinha de barro. Teatro Municipal de Niterói, Rua 15 de Novembro, 35, Centro (2620-1624). Cap.: 400 pessoas. 3ª (31/05), às 19h. Grátis, com distribuição de senhas 30 minutos antes do espetáculo. 10 anos. Duração: 1h20. Única apresentação.  

TEATRO/ÚNICAS APRESENTAÇÕES

LULA CONTRA O MAU – Em uma divertida e acirrada discussão, o  publicitário Lula Vieira e o jornalista  Mauricio Menezes tentam provar qual das duas profissões é a mais importante: jornalista ou publicitário. Centro Cultural UniSuam, Auditório Amarina Motta,  Avenida  Paris, 72,  Bonsucesso (3882-9917). Cap.: 350 pessoas. 5ª (02/06), às 19h. R$ 15. 14 anos. Duração 1h. 

TEATRO/MOSTRAS E FESTIVAIS

PROJETO TOLSTOI NOS 20 ANOS DO STUDIO STANISLAVSKI – Nas comemorações dos 20 anos do Studio Stanislavski, a companhia coordenada pela diretora  Celina Sodré apresenta cinco pequenas montagens com diversas leituras do  romance “Guerra e Paz”, de Leon Tolstoi. 3ª, às 20h:  Moscou é uma jaula. Direção de Celina Sodré.  Com Marcus Fritsch. O monólogo parte do texto de Tolstoi para destacar aspectos  psicológicos da sociedade russa na época das guerras napoleônicas.  Até 5 de julho. 4ª, às 20hO vazio da moldura e dos espelhos. Direção de Silvia Pasello. Com  Dandara Vital, Carlos Tonelli, Carol Caju e Juan Carlos. A aristocracia russa enfrenta o vazio como uma falta concreta e tenta compensar esta falta, cada um de sua maneira. Até 6 de julho. 6ª, às 20h (a partir de 22/04): Corredor polonês. Direção de Dinah Cesare. Com Carolina Caju, Kettlen Cajueiro e Sérgio Kauffmann. O uso da expressão 'corredor polonês' como uma forma de punição é explicado dentro de um contexto político e histórico.  Até 8 de julho. Sáb., às 20hOs casamentos se decidem no céu. Direção de Henrique Gusmão.  Com Davi de Carvalho, Joana dos Santos e Tuini Bitencourt. Inspirado no segundo volume de Guerra e Paz, quando Leon Tolstoi trata do surgimento do amor entre os personagens André e Natacha.  Até 9 de julho. Dom., às 20hNinguém leu Guerra e Paz. Com direção de Fabio Porchat, a comédia busca desmistificar o clássico e desconstruir a 'profundidade' do livro. O elenco ‘explica’ a obra para a plateia, com a história, personagens e especialmente o contexto histórico. Até 10 de julho.  Instituto do Ator, Rua da Lapa, 161, Lapa (2224-8878). Cap.: 16 pessoas. 3ª e 4ª e de 6ª a dom., às 20h. R$ 20 (cada espetáculo). Estudantes e idosos pagam meia (pagamento em dinheiro ou cheque). 14 anos. Duração: 30 minutos (cada espetáculo). Até 10 de julho. 

TEATRO/EM CARTAZ

OS 39 DEGRAUS – Texto de Patrick Barlow. Tradução e adaptação de Clara Carvalho e Alexandre Reinecke. Direção de Alexandre Reinecke. Com Dan Stulbach, Danton Mello, Henrique Stroeter, Fabiana Gugli e Paulo Ivo (stand in). A mistura de comédia romântica com espionagem e suspense,  traz o ator Dan Stulbach na pele de um sedutor incorrigível que se envolve no misterioso caso de assassinato de um bela espiã  tendo como cenário a Londres antes da Segunda Guerra. Teatro Leblon – Sala Marília Pêra, Rua Conde  Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 462 pessoas. 5ª a sáb., às  21h; dom., às 18h. R$ 78.  Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h40. Até 10 de julho.  Na quinta, sexta e domingo, todos pagam R$ 39 Cotação JB: ** (Bom).

45 MINUTOS – Texto de Marcelo Pedreira. Direção de Roberto Alvim. Com Caco Ciocler. O espetáculo questiona o papel transformador do teatro através do monólogo de um ator sozinho em um palco vazio, que tenta entreter o público por exatos 45 minutos. Sem uma trama ou personagem no qual possa se amparar, o ator procura, desesperadamente, meios de preencher o tempo. Teatro Sesi, Av. Graça Aranha, 1, Centro (2563-4168). Cap.: 350 pessoas.  5ª a dom., às 19h30. R$ 40. Estudantes e idosos pagam meia. 12  anos. Duração: 1h. Até 26 de junho. Vendas on line: www.ticketronic.com.br.  Cotação/Ana Lúcia Vieira: ** (Bom).

A OLHO NU – Texto e direção de Duda Gorter. Com Rose Abdallah e Alexandre Dantas. Sentindo-se frágil e desamparada, uma mulher decide romper com tudo e criar uma nova realidade, mais segura e harmoniosa. Porém, diante de uma figura masculina se vê obrigada a interagir com o mundo real.  Teatro dos Quatro, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º andar (2274-9895). Cap.: 402 pessoas. 3ª e 4ª, às 21h30. R$ 60. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 50 minutos.  Até 27 de julho. 

A/VERSÃO – Texto de Mariana Rebelo. Direção de Rodrigo Sant’anna. Com Leandro Lamas e  Mariana Rebelo. A trajetória do casal Nick e Julie, dois personagens de um filme – uma comédia romântica.  Do primeiro encontro até a separação, tudo é contado em esquetes cômicos sempre em duas versões: a dele e a dela.  Teatro Candido Mendes, Rua Joana Angelica, 63,  Ipanema (2267-7295). Cap.: 133 pessoas. 5ª a sáb., às 21h; dom., às 20h. Ingresso para casal: R$ 30. Ingressos individuais: R$ 30 (5ª e 6ª) e R$ 40 (sáb. e dom.). Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 24 de julho. 

BABY – Texto original de  Sybille Pearson. Letras: Richard Maltby Jr. Música: David Shire. Versão brasileira de Flávio Marinho e Tadeu Aguiar. Direção de Fred Hanson. Direção musical: Liliane Secco. Coreografia: Kátia Barros. Com Tadeu Aguiar, Amanda Acosta, Sylvia Massari, André Dias, Sabrina Korgut, Olavo Cavalheiro e elenco. O musical conta a história de três casais: dois jovens universitários que tem que lidar com uma gravidez inesperada; um casal na faixa dos 35 anos que deseja uma criança; e outro,  com filhos já criados, que são surpreendidos com um temporão.  A chegada do bebê provoca  diferentes reaçãoes, crises, dores e alegrias entre os casais. Teatro João Caetano, Praça Tiradentes, s/nº, Centro (2332-9257). Cap.: 1.222 pessoas.  5ª a   sáb.,  às 20h; dom., às 18h. R$ 50 (5ª e 6ª) e R$ 70 (sáb. e dom.). Estudantes e idosos pagam meia. Vendas na bilheteria somente em dinheiro. Livres.  Duração: 2h30 (com intervalo). Até 28 de agosto.  Cotação/Claudia Chaves: ** (Bom)

BARTLEBY, O ESCRITURÁRIO – Montagem da CiaDramáticadeComédia. Texto de Herman Melville. Adaptação e direção de João Batista. Com : Gustavo Falcão, Duda Mamberti, Claudio Gabriel, Eduardo Rieche e Rafael Leal. O conto do americano Herman Melville, autor do célebre Moby Dick, narra o comportamento inusitado de um funcionário que se recusa a executar qualquer tipo de tarefa. O comportamento fora do padrão acaba por interferir  interferir no dia a dia do escritório.  Casa de Cultura Laura Alvim, Av. Vieira Souto, 176,  Ipanema (2332-2015). Cap.: 254 pessoas. 5ª a  sáb.,  às 21h;  dom., às 19h. R$ 20. 14 anos. Duração: 1h20. Até 27 de julho.  Cotação/Ana Lúcia Andrade: *(Regular)

OS CAPANGAS – Texto de Rodrigo Candelot, Saulo Rodrigues e Paula Rocha. Supervisão Dramatúrgica de Ivan Fernandes. Direção de Rubens Camelo. Com  Charles Paraventi, Igor Paiva, Mário Hermeto, Aldo Perrota, Rodrigo Candelot e Saulo Rodrigues.  Três atores desempregados dividem um conjugado em Copacabana e  fazem de tudo para ganhar um trocado, de estátua viva a dublê em filmes B, até que recebem uma notícia que muda radicalmente suas vidas. Teatro Candido Mendes, Rua Joana Angelica, 63, Ipanema (2267-7295). Cap.: 133 pessoas. 3ª e 4ª, às 21h.  R$ 40. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20.  Até 13 de julho. 

C.L.A.M. – CURSO LIVRE PARA APRENDIZ DE MARGINAL –  Texto de  Eudes Veloso e Thiago Braga.  Com Bianca Arman, Eudes Veloso e atores do Grupo Saideira. O espetáculo usa comédia e ironia para fazer uma crítica à banalização da violência na sociedade moderna. Teatro Miguel Falabella, NorteShopping, Av. Dom Hélder Camara, 5.474,  Cachambi  (2595-8245). Cap.: 476 pessoas. 3ª e 4ª, às 20h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 29 de junho. 

COMÉDIA EM PÉ – Com  Claudio Torres Gonzaga, Fábio Porchat, Fernando Caruso, Léo Lins e Paulo Carvalho.  O grupo de humoristas usa apenas o microfone e o texto para debochar dos aspectos inusitados da vida. Teatro das Artes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540-6004). Cap.: 456 pessoas. 6ª e sáb., às 23h.  R$ 50. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h30. Até 30 de julho. Vendas onliene: www.ingresso.com.  Cotação/Claudia Chaves: *** (Ótimo)

COZINHA E DEPENDÊNCIAS – Texto de  Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri. Direção de  Bianca Byington e Leonardo Netto. Com Analu Prestes, Bianca Byington, Silvia Buarque, Kiko Mascarenhas, Leandro Castilho e Márcio Vito. Um jantar de reencontro de velhos amigos traz à tona ressentimentos, tensões e mágoas acumuladas no período de dez anos. Teatro Poeira, Rua São João Batista, 104,  Botafogo (2537-8053). Cap.: 130 pessoas. 6ª a dom., às 19h30. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia.  14 anos. Duração: 1h. Até 26 de junho. Promoção: quem comprar ingresso para a peça 'Um dia como os outros'  paga R$ 40 ou R$ 20 (meia) pelas duasCotação/Teresa Mascarenhas: *** (Ótimo)

DEPOIS DO FILME –  Direção, texto e interpretação de Aderbal Freire–Filho. Diretor assistente: Fernando Philbert. Música: Tato Taborda.  O diretor Aderbal Freire–Filho volta ao palco para interpretar todos os personagens que gravitam em torno de Ulisses, personagem de um filme, que  depois que deixa de ser personagem e volta vida real, não consegue mais distinguir  realidade e ilusão. Teatro Poeirinha,  Rua São João Batista, 104, Botafogo (2537-8053). 6ª e sáb., às 21h; dom., às 19h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Cotação/Teresa Mascarenhas: * (Regular)

DEVIL’S BAR  – Texto de Andrea Gaspar. Direção de Ivan Fernandes. Com Victor Mafra e Andréa Gaspar.  O espetáculo é uma compilação de esquetes cômicos, escritos por Andrea Gaspar, que têm, como pano de fundo, passagens bíblicas reinterpretadas à luz dos dias atuais. As pequenas cenas são intercaladas por vinhetas musicais interpretadas ao vivo pelos músicos Athus Linhares, Mário Andrade e Victor Mafra (vocal). Companhia de Teatro Contemporâneo / Teatro 2, Rua Conde de Irajá, 253, Botafogo (2537.5204). Cap.: 35 pessoas.  Sáb., às 21h; dom., às 20h.  R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 16 anos. Duração 1h20. Até 26 de junho. Compra pela internet: www.ingresso.com.br

DIÁRIOS DO PARAÍSO –  Texto e direção de Caio de Andrade. Com Jaime Leibovitch, Fernanda Thuran, Klaís Bicalho, Monique Deboutteville e Ray Lucas. Uma família americana se transforma quando o pai cinegrafista vai para um seringal amazônico, em 1939, registrar o nascimento de uma cidade em plena selva. Teatro Leblon / Sala Marília Pêra, Rua Conde  Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 462 pessoas. 3ª,  às 21h.  R$ 50.  Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h30. Até 15 de junho.  Cotação/Ana Lúcia Vieira: * (Regular)

DOIDAS E SANTAS – Texto de Regiana Antonini, livremente inspirado em crônicas da romancista Martha Medeiros. Direção de Ernesto Piccolo. Com Cissa Guimarães, Giusepe Oristanio e Josie Antello. Psicanalista rompe casamento de 20 anos e o encantamento com a nova fase de vida só é quebrado pelas constantes interferências da mãe, da filha, da irmã e do inconformado ex-marido. Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, Gávea (2274-7246). Cap.: 425 pessoas. 5ª a sáb., às 21h30; dom., às 20h. R$ 50 (5), R$ 60 (6ª), R$ 70 (dom.) e R$ 80 (sáb). Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h35. Até 31 de julho.  Vendas online: ingresso.com. Cotação/Claudia Chaves: ** (Bom)

A ESCOLA DO ESCÂNDALO – Texto de Richard Brinsley Sheridan. Tradução, adaptação e direção de Miguel Falabella. Com Ney Latorraca, Maria Padilha, Bruno Gracia, Guida Vianna,  Rita Elmôr, Edi Botelho, Chico Tenreiro, Bianca Comparato e Aramando Babbaioff. Atriz convidada: Jacqueline Laurence. A comédia de intrigas, ambientada nos salões da alta burguesia londrina, a trama do autor irlandês Richard  Sheridan (1751-1815) retrata a frivolidade e a hipocrisia de uma sociedade regida pelo jogo de interesses e aparências. Espaço 'Tom Jobim, Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Rua Jardim Botânico, 1.008 (2274-7012). Cap.: 340 pessoas. 6ª e sáb., às 21h. dom., às 19h. R$ 80. Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 2h. Até 6 de junho.  Cotação JB: ** (Bom).

HELL  –  Adaptação de Hector Babenco e Marco Antonio Braz. Direção de Hector Babenco.. Com Bárbara Paz e Paulo Azevedo. O espetáculo é uma adaptação do romance da jovem escritora francesa Lolita Pill, que faz um retrato devastador da juventude rica e consumista de Paris, que preenche suas vidas com sexo, álcool, drogas e roupas de grife e mostra total inabilidade de vivenciar um amor verdadeiro. Teatro dos Quatro, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º andar (2274-9895). Cap.: 402 pessoas. 5ª a sáb., às  21h30; dom., às 20h.  R$ 60 (5ª), R$ 70 (6ª) e R$ 80 (sáb. e dom.). Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10.  Até 31 de julho. Vendas pela internet: www.ingresso.com.br.   Cotação JB: ** (Bom).

A HISTÓRIA DE NÓS 2 – Texto de Lícia Manzo. Direção de Ernesto Piccolo. Com Alexandra Richter e Marcelo Valle. A comédia explora as diferentes facetas de um homem e uma mulher dentro do casamento e das exigências do mundo contemporâneo. Teatro dos Grandes Atores, Shopping Barra Square, Av. das Américas, 3.555, Barra da Tijuca (3325-1645). Cap.: 396 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 70 (6ª e dom.) e R$ 80 (sáb.). Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h05.  Até  31 de julho. Cotação/Claudia Chaves: ** (Bom).

LENTE DE AUMENTO – Texto e interpretação de Leandro Hassum. Direção de Daniela Ocampo. O humorista faz uma sátira aos aspectos ridículos e inusitados de algumas situações do cotidiano. Teatro das Artes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540-6004). Cap.: 457 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h30.  R$ 70.  Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h15. Até 31 de julho. 

LIÇÃO N°18 –  ROMEU & JULIETA – Texto de Doc Comparato. Direção de Lucas Marcier. Supervisão: Enrique Diaz. Com Bianca Comparato, Bel Garcia, Thierry Tremoux e Fabrício Belsoff.  Um autor de teatro, a bordo de um trem rumo a Turin,  recebe de um desconhecido um manuscrito do século 16 que conteria o texto original no qual Shakespeare teria se baseado para escrever o clássico Romeu e Julieta. A leitura não só revela novas facetas e interpretações do célebre clássico como aguça a necessidade de glória e reconhecimento do autor em crise. Teatro Poeira, Rua São João Batista, 104,  Botafogo (2537- 8053). Cap.: 180 pessoas. 3ª e 4ª, às 21h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20. Até 3 de julho. Cotação Felipe Leopardo: * *(Bom).

ME SALVE, MUSICAL! – Direção e dramaturgia de Pedro Bricio. Com  Gustavo Gasparani, Susana Ribeiro, Fernando Alves Pinto, Isabel Cavalcanti, Celso Andre, Keli Freitas e Juliana Medella. Um casal formado por um diretor de musicais e uma atriz trágica  espera um vôo para Nova York. Enquanto discutem a relação e tentam salvar o casamento, a sala de embarque é tomada por acontecimentos estranhos, cômicos, musicais e, absurdamente, dramáticos. Caixa Cultural/Teatro Nelson Rodrigues, Av. República do Chile, 230, Centro (2262-8152). Cap.: 388 pessoas, com dois assentos para cadeirantes. 5ª,  aom., às 19h30.  R$10. Estudantes e idosos pagam meia.  12 anos Duração: 1h30.

MEMÓRIA DA CANA – Espetáculo da companhia Os Fofos Encenam. Texto de Nelson Rodrigues. Adaptação do texto e direção de Newton Moreno. Com Carlos Ataíde, Kátia Daher, Luciana Lyra, Paulo de Pontes, Marcelo Andrade e Viviane Madu. Na livre adaptação do texto Álbum de família, de Nelson Rodrigues, o dramaturgo e diretor Newton Moreno aproxima o enredo rodrigueano das raízes familiares brasileiras estudadas pelo  antropólogo e historiador Gilberto Freyre. Centro Cultural Banco do Brasil / Teatro 3, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2020). Cap.: 45 pessoas. 4ª a dom., às 19h30.  R$ 10. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h30. Até 5 de junho. Cotação JB: ** *(Ótimo).

A MORTE DOS ANJOS – Texto e direção de Léo oliveira. Com atores da  Companhia Atores de Oliveira. A redenção de uma mulher religiosa  e os seus mais sombrios mistérios revelados diante da luxúria da vida em um bordel. Lapa Café/Espaço Imaginário, Rua Gomes Freire, 457, Lapa (3971-6812). Reservas: 2222-6679/ 8812-3063. Cap.: 40   pessoas. 6ª, às 21h. R$ 40. Estudantes, idosos, lista amiga e classe artística pagam meia). 18 anos. Duração: 1h10. Até 10 de junho.

MULHERES ALTERADAS – Dramaturgia de Andrea Maltarolli. Colaboração: Bernardo Jablosnki. Direção de  Eduardo Figueiredo. Com  Luiza Tomé, Mel Lisboa, Adriane Galisteu e Daniel Del Sarto. Baseado na série homônima da chargista e cartunista argentina Maitena, a comédia mapeia com humor o fascinante e misterioso universo feminino.Teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52/3º piso, Gávea ( 2274-9696). Cap.: 527 pessoas. 5ª a  sáb., às 21h30; dom., às 20h.  R$ 70 (5ª e  dom.) e R$ 80 (6ª e sáb.).  12 anos.  Duração: 1h20. Até 5 de junho.  Cotação JB: * (Regular).

O PACTO DAS 3 MENINAS – Texto de Lulu Silva Telles e Rosane Svartman. Direção de Ernesto Piccolo. Diretora assistente: Maria Zilda Bethlem. Com Rosamaria Murtinho, Camila Amado, Marly Bueno eLafayette Galvão. Aos vinte anos, a amigas Branca, Marta e Vera fazem um pacto de perseguir seus sonhos e levar uma vida plena de liberdade. Cinquenta anos depois, se reencontram e descobrem que ainda há futuro e nada será como está. Teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea,  Rua Marquês de São Vicente, 52/3º piso, Gávea (2274-9696). Cap.: 527 pessoas. 5ª, 6ª e sáb., às 18h. R$ 60 (5ª e 6ª) e R$ 70 (sáb.). Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração 1h15. Até 27 de junho.  Cotação/Ana Lúcia Vieira: * (Regular).

AS PRECIOSAS RIDÍCULAS – Texto de Molière. Adaptação e tradução de João Bethencourt. Direção de Cláudio Torres Gonzaga. Com a  Limite 151 Cia. Artística. O texto de  Molière aborda em tom de comédia um tema bastante atual, a busca pela celebridade instantânea através da história de duas moças burguesas que vivem imitando as socilalites da época, mas acabam recebendo uma merecida lição. Teatro Glauce Rocha,  Av. Rio Branco, 179, Centro (2220-0259). Cap.: 278 pessoas. 4ª e 5,  às 19h.  R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 10 anos. Duração: 1h10.  Até 21 de julho. 

RAUL VEIGA EM STAND UP MUSICAL – Consultoria artística e de roteiro: Claudio Botelho. Direção musical e arranjos: Jules Vandystadt. Atuação e roteiro de  Raul Veiga. Acompanhado por  Tony Luchessi (piano), Luciano Corrêa (cello) e Leo Bandeira (bateria), o ator de musicais Raul Veiga narra uma história fictícia, com lances engraçados e tristes, mas com  um final surpreendente e feliz. O inédito stand up musical é conduzido por canções de musicais consagrados como O fantasma da óperaChicagoWest side story, Hair, entre outros.  Teatro Leblon – Sala Fernanda Montenegro, Rua Conde Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 417 pessoas. 3ª e 4ª,  às 21h. R$ 50. Estudantes e idosos pagam meia. Livre. Duração: 1h30. Até  8 de junho.

SALA, QUARTO, COZINHA, BANHEIRO E OUTROS LUGARES MENOS CÔMODOS – Realização da Cia. Teatro Porão. Concepção, direção, texto e atuação de  Andréa Cevidanes. Equipe de criação: Gregório Tavares, Marcelle Bessa e Rubia Vieira. A atriz Andréa Cevidanes interpreta as histórias contadas por seis mulheres que retratam um pouco da dor, da alegria e da esperança de ser mulher no mundo contemporâneo. Centro Cultural Solar de Botafogo/Teatro 2, Rua General Polidoro, 180, Botafogo (2543-5411). Cap.: 25 pessoas. 4ª e 5ª, às 20h30. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20. Até 14 de julho. 

O SANTO E A PORCA – Espetáculo da Cia Limite 151. Texto  de Ariano Suassuna. Direção de João Fonseca. Com Élcio Romar,  Gláucia Rodrigues, Marco Pigossi, Janaína Prado  e elenco. Para realizar seu sonho de casar com Pinhão, a esperta criada Caroba arquiteta um plano mirabolante, que envolve  patrão, um avarento fazendeiro que esconde sua fortuna em uma porquinha de barro. Teatro Glauce Rocha, Av. Rio Branco, 179,  Centro (2220-0259). Cap.: 278 pessoas. 6ª a dom., às 19h.  R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 10 anos. Duração: 1h20. Até 5 de junho.  Cotação/Claudia Chaves: ** (Bom).

UM DIA COMO OS OUTROS –  Texto de  Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri. Direção de  Bianca Byington e Leonardo Netto. Com Analu Prestes, Bianca Byington, Silvia Buarque, Kiko Mascarenhas, Leandro Castilho e Márcio Vito. A complexidade e a tênue harmonia das relações familiares são expostas  no encontro de um clã para comemoração de aniversário de um dos familiares. Teatro Poeira, Rua São João Batista, 104,  Botafogo (2537-8053). Cap.: 130 pessoas.  6ª a dom., às 21h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia.  14 anos. Duração: 1h20. Até 26 de junho. Promoção: quem comprar ingresso para a peça 'Cozinha e dependências'  paga R$ 40 ou R$ 20 (meia) pelas duas.  Cotação/Daniele Ávila: *** (Ótimo)

UM VIOLINISTA NO TELHADO –  Texto de Joseph Stein. Versão brasileira de Claudio Botelho. Direção de Charles Möeller. Com José Mayer, Soraya Ravenle, Rachel Rennhack, Malu Rodrigues e elenco. Tevye (José Mayer), um rústico leiteiro de um vilarejo judeu encravado na Rússia Czarista, entra em conflito com as três filhas, que desafiam a tradição judaica  ao rejeitar casamentos arranjados e adotar comportamentos que desviam do estabelecido. Além dos  conflitos familiares, Teyve enfrenta a hostilidade de grupos russos orientados pelas diretrizes anti-semitas do Czar. Oi Casa Grande, Av. Afrânio de Mello Franco, 290, Leblon (2511-0800). Cap.: 926 pessoas.  5ª e 6ª, às 21h; sáb., às 17h30 e 21h30; dom., às 19h. Preços: Balcão setor 3: R$ 40 (5ª e 6ª) e R$ 60 (sáb. e dom.); Balcão setor 2: R$ 80 (5ª e 6ª) e R$ 100 (sáb. e dom.);  Plateia setor 1: R$ 100 (5ª e 6ª) e R$ 120 (sáb. e dom.);   Plateia vip e camarotes: R$ 120 (5ª e 6ª) e R$ 150 (sáb. e dom.); Estudantes e idosos pagam meia. 5 anos. Duração: 2h10 (com intervalo). Até 18 de setembro.  Cotação JB: *** (Ótimo)

ÚLTIMOS DIAS

LOUCURA – UM AUTOELOGIO DESCONCERTANTE – Direção de Brunna Napoleão. Com  Paula Goja . A partir de uma liver adaptação da obra  filosófica “Elogio da Loucura”, do teólogo e humanista holandês Erasmo de Roterdam, o monólogo faz  uma crítica a excessiva dose de razão empregada na avaliação das relações humanas no cotidiano das práticas sociais.  Casa de Cultura Laura Alvim / Espaço Rogério Cardoso, Av. Vieira Souto, 176, Ipanema (2247-6946). Capacidade: 70 pessoas. 3ª e 4ª, às  21h.  R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Ate 1º de junho. 

OH! LILI – Concepção e direção de Isabel Penoni. Pesquisa e criação da  Cia. Marginal. Supervisão de dramaturgia: Rosyane Trotta.  O cotidiano de uma prisão de regime fechado é o ponto de partida da Cia. Marginal para tratar da liberdade. Os rituais de convivência, as hierarquias, os ritos sexuais, as cartas e visitas, os anestésicos espirituais são algumas das vivências experimentadas por seis presidiários na tentativa de sobreviver à vida no sistema prisional.  Teatro Municipal Maria Clara Machado, Planetário da Gávea, Av. Padre Leonel França, 240, Gávea (2274-0046). Cap.: 124 pessoas. 3ª e 4ª, às 21h. R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 18 anos. Duração: 1h20.  Até 1º de junho. 

QUEM VAI FICAR COM ELA?  – Texto de Felipe Adleer. Direção de Luiz Furlanetto. Com Felipe Adleer, Luciana Simi e Lucas Lins e Silva. A comédia mostra as agruras de uma solteira de 25 anos à procura de sua alma gêmea em um site de relacionamento. Teatro Miguel Falabella, Norte Shopping,  Av. Dom Helder Câmara, 5.332, Cachambi (2595-8245). Cap.: 456 pessoas. 3ª e 4ª, às 18h.  R$ 20.  Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos.  Duração: 1h10. Até 31 de maio.

Z.É. - ZENAS EMPROVISADAS - Em sua 19ª temporada, o show de humor com Fernando Caruso, Gregório Duvivier, Marcelo Adnet e Rafael Queiroga reúne esquetes variados, aula ao vivo de teatro com um diretor convidado e jogos de improviso, com temas sugeridos pela plateia. No encerramento da temporada (31/05), os convidados são Marcius Melhem e Marcio TrigoVivo Rio, Av. Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo (2272-2900). Cap.: 2.000 pessoas. 3ª, às 20h30. R$ 30 (plateia superior e auditório), R$ 40 (frisa e vip premium), R$ 60 (camarote B) e R$ 100 (camarote A). Estudantes e idosos pagam meia. 16 anos. Menores de 16 anos acompanhados por responsáveis. Duração: 1h.  Até 31 de  maio.  Cotação/Claudia Chaves: ***(Ótimo).