Projeções do governo de SP mostram internações por covid-19 em desaceleração no estado

.

Foto: Governo do estado de SP
Credit...Foto: Governo do estado de SP

Os dados indicam que, depois de dias de aumento acelerado, as internações podem agora estar alcançando um platô, ou estabilidade. A informação foi publicada nesta terça-feira (23) pela Folha.

A matéria mostra que, em duas semanas, o número de internados em UTIs no estado de São Paulo saltou 40%: de 8.657 no dia 8 para 12.168 no dia 22 de março. Em média, eram cerca de 300 pacientes novos em UTIs por dia.

Nos últimos dias, no entanto, houve uma queda: no domingo (21), foram 92 novos pacientes internados. Na segunda (22), 100 doentes a mais.

Os números devem continuar caindo pelos próximos dias: assim como o Rio de Janeiro, a cidade de São Paulo terá um "superferiado" entre os dias 26 de março e 4 de abril para conter o avanço da pandemia.

Além disso, os hospitais do estado terão mais um fonte para o abastecimento de cilindros de oxigênio. Nessa segunda-feira (22), o governo do estado de São Paulo anunciou a instalação de usina de oxigênio em Ribeirão Preto, com o objetivo de abastecer unidades de saúde do estado.

A usina será construída pela Ambev e terá capacidade de envase de 125 cilindros por dia. A previsão é de que a fábrica fique pronta em até dez dias.(com agência Sputnik Brasil)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais