Mesmo enfrentando resistência, PT volta atrás e mantém apoio a Marcelo Freixo para o governo do RJ

Partido dos Trabalhadores também aprovou o nome de André Ceciliano para o Senado mesmo com a permanência de Alessandro Molon (PSB) na disputa

 Folhapress / Ian Cheibub
Credit... Folhapress / Ian Cheibub

A Executiva do PT voltou a apoiar Marcelo Freixo (PSB) no Rio de Janeiro, após reunião realizada nessa sexta-feira.

De acordo com um dos vice-presidentes do PT, Washington Quaquá, a decisão foi consensual. O partido também aprovou o nome de André Ceciliano (PT) para o Senado, apesar de Alessandro Molon (PSB) permanecer na disputa para o mesmo cargo.

Quaquá destacou, no entanto, que as chapas só podem registrar uma candidatura ao Senado, o que complica a situação no Rio devido ao posicionamento de Molon.

"Essa não é uma questão nossa, cabe ao PSB resolver o problema da chapa", afirmou.

O anúncio desagradou uma ala do partido que defende a ampliação de palanques para o ex-presidente Lula no estado e que a candidatura rompe acordo prévio para Ceciliano ser o candidato dos partidos ao Senado, relata o jornal.

Dentro do partido, o ex-presidente é o principal fiador da campanha de Freixo. No mês passado, os dois estiveram juntos em um comício na Cinelândia, no Centro do Rio, e Lula chegou a gravar um vídeo defendendo os nomes de Freixo e Ceciliano diante do desacerto entre o PT e o PSB. (com agência Sputnik Brasil)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais