PSD não terá vice na chapa de Lula em 2022, diz Kassab a jornal

.

Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Credit...Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O PSD (Partido Social Democrático) já descartou uma possível aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no 1º turno das eleições a presidente de 2022.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, o presidente da sigla, Gilberto Kassab, garantiu que um acordo com o PT para formar uma chapa presidencial no ano que vem não está nos planos do partido.

"Não faremos o vice do Lula. Não é porque é o Geraldo [Alckmin], fulano ou sicrano, é porque teremos candidatura própria", afirmou ele.

Conforme a publicação, com a aproximação de Alckmin e Lula, Kassab já considera o ex-governador de São Paulo carta fora do baralho do PSD, que pretendia lançá-lo ao governo do estado paulista. Segundo ele, este projeto "acabou" e o partido buscará outro nome.

Kassab esteve presente no jantar com líderes políticos promovido pelo grupo de advogados Prerrogativas, no último domingo (19), que marcou o primeiro encontro público entre Lula e Alckmin. Apesar disso, o ex-prefeito de São Paulo preferiu não aparecer na fotografia com os dois.

"Eu entendi que poderia passar para a sociedade a percepção de que estava formada uma frente de apoio ao Lula no primeiro turno. Eu não estarei com o Lula no primeiro turno, isso já foi dito a ele", assegurou.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que não esteve no jantar, deverá disputar as eleições pelo partido.

De acordo com o jornal, Kassab projeta conquistar a terceira maior força congressual em 2022, com aumento da bancada da Câmara dos Deputados dos atuais 35 para ao menos 50 parlamentares. No Senado Federal, a meta é passar de 11 para 15.

Ele ainda prevê a eleição de mais do que os dois atuais governadores, com nomes como Eduardo Paes, no Rio de Janeiro, Alexandre Kalil, em Minas Gerais, e a reeleição de Ratinho Jr. no Paraná. Outro governador do partido atualmente é Belivaldo Chagas, em Sergipe. (com agência Sputnik Brasil)

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais