Alcolumbre dá sinais dúbios sobre sabatina de Mendonça e segue em campanha contra indicado ao STF

Políticos esperam que processo seja resolvido em outubro, mas ao STF senador indicou que não há data para pautar assunto na CCJ

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Credit...Marcelo Camargo/Agência Brasil

Mais de 70 dias após Jair Bolsonaro indicar André Mendonça para a vaga aberta no STF, Davi Alcolumbre (Demap) segue deixando em dúvida aliados e colegas sobre o que pretende fazer sobre o tema.

Pessoas ouvidas pela coluna relatam dados diferentes vindos do político sobre pautar ou não a indicação e quando pretende fazer isso.

A única informação que todos têm igualmente: Alcolumbre continua pedindo votos contra Mendonça e permanece dizendo que a indicação será derrotada.

No meio da semana, Alcolumbre disse a ministros do STF que esperaria o andamento da ação impetrada por senadores para pressioná-lo a marcar a sabatina. Ricardo Lewandowski pediu informações sobre ao presidente da CCJ. O senador tem dez dias para responder.

Outras pessoas dizem, porém, que o parlamentar informou que marcaria para o início de outubro.

Na noite de quarta (22), Flávio Bolsonaro passou na residência do presidente do Senado. Segundo relatos, ele foi ao local tratar do assunto e pediu ajuda a Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para solucionar a questão.(Camila Mattoso/Folhapress)



Políticos esperam que processo seja resolvido em outubro, mas ao STF senador indicou que não há data para pautar assunto na CCJ
Davi Alcolumbre


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais