YouTube remove vídeos do presidente com informações falsas sobre pandemia

.

Isac Nóbrega/Presidência da República
Credit...Isac Nóbrega/Presidência da República

O YouTube removeu alguns vídeos do canal do presidente Jair Bolsonaro que violavam diretrizes a respeito da difusão de informações sobre a Covid-19.

As gravações retiradas do ar, incluindo transmissões ao vivo feitas por Bolsonaro, defendiam a hidroxicloroquina e a ivermectina como métodos preventivos e tratamentos eficazes contra a doença - hipótese já descartada por diversos estudos clínicos - e questionavam a importância das máscaras.

"Após análise cuidadosa, removemos vídeos do canal Jair Bolsonaro por violar nossas políticas de informações médicas incorretas sobre a Covid-19. Nossas regras não permitem conteúdo que afirma que hidroxicloroquina e/ou ivermectina são eficazes para tratar ou prevenir Covid-19; garante que há uma cura para a doença; ou assegura que as máscaras não funcionam para evitar a propagação do vírus", diz um comunicado do YouTube.

Os arquivos cancelados agora apresentam uma mensagem dizendo: "Este vídeo foi removido por violar as diretrizes da comunidade do YouTube".

Essa já é a terceira vez que a plataforma derruba conteúdos do canal do presidente, que corre o risco até de ser excluído. (com agência Ansa)