Salles deixou cargo por temer ser preso e por preocupação com mãe investigada, diz mídia

Ao saber que o STF poderia entrar com pedido de prisão contra si, Salles preferiu deixar a cadeira de ministro mesmo com insistência de Bolsonaro para que "enfrentasse" o Supremo

Reuters / Ueslei Marcelino
Credit...Reuters / Ueslei Marcelino

Na quarta-feira (23), o ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles pediu ao presidente, Jair Bolsonaro, para deixar o cargo. Decidiu deixar o posto após saber, na terça, por meio de um colega, que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes pediria sua prisão.

Em conversa com o presidente antes de pedir demissão, o ainda ministro agradeceu a confiança, mas disse que não tinha mais como continuar na equipe.

As informações são do Estadão.

Bolsonaro teria insistido para que Salles ficasse e enfrentasse o STF, mas o ministro respondeu que, além de levar a crise para o centro do governo, temia pela segurança da mãe, também investigada.

O pedido de prisão teria como fundamento suspeitas de que Salles estaria atuando para prejudicar as investigações sobre contrabando de madeira ilegal. Ao pedir demissão, ele esvaziou essa justificativa, uma vez que não tem mais poder algum no ministério.

A mãe do ex-minitro é alvo de investigação da Polícia Federal por ser sócia dele em escritório de advocacia em São Paulo. (com agência Sputnik Brasil)



'Ao saber que o STF poderia entrar com pedido de prisão contra si, Salles preferiu deixar a cadeira de ministro mesmo com insistência de Bolsonaro para que enfrentasse...'
O ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles