Covaxin: Flávio Bolsonaro participou de reunião com representante da farmacêutica

O senador se encontrou através de videoconferência com representante da Precisa e com presidente do BNDES, diz a "Veja". Flávio disse que as insinuações da mídia são 'maldosas'

Credit...

A "Veja" conta na edição deste fim de semana que o senador Flávio Bolsonaro (Patriotas) participou de uma reunião com Francisco Maximiniano, dono da Precisa Medicamentos, e com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, em outubro de 2020, através de videoconferência.

A Precisa é a representante no Brasil do laboratório indiano Bharat Biotec, responsável pela vacina Covaxin, cujo contrato de compra pelo Ministério da Saúde está sob investigação.

Segundo a revista, o banco informou que a reunião ocorreu para tratar de alternativas de financiamento para a XIS Internet Fibra, empresa também representada por Maximiniano, mas que as negociações não avançaram.

Em seu Twitter, Flávio Bolsonaro disse que é "lamentável" a tentativa da revista de o atacar com "insinuações maldosas", e que quem teve reunião com a Precisa, no dia 5 de abril desse ano, foi o senador Radolfe Rodrigues (Rede-AP).(com agência Sputnik Brasil)

Lamentável a tentativa da revista Veja de me atacar com insinuações maldosas!
Quem fez reunião com a Precisa Medicamentos foi o senador Randolfe Rodrigues, no dia 5 de abril.
Imagina se fosse eu que tivesse feito essa reunião? pic.twitter.com/fON8BEcC1p