Renan Calheiros pede a atletas que não participem da Copa América; Flávio Bolsonaro faz o contrário

Para o relator da CPI, a não realização do torneio significará uma conquista maior do que um troféu. Ao mesmo tempo, o filho 'zero um' do presidente diz que se os atletas não participarem será 'um boicote ao Brasil'

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Credit...Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), informou nesse domingo (6) que enviou aos jogadores e à comissão técnica da Seleção Brasileira uma nota pedindo uma reflexão sobre a participação dos atletas nos jogos da Copa América.

Em sua conta no Twitter, o senador diz que "disputar a Copa pode até gerar troféu. Não disputar, em nome de vidas, significará sua maior conquista".

Na nota, o senador lista argumentos "estritamente técnicos, sem qualquer viés político" da equipe técnica da CPI da covid contrária à realização da competição no Brasil, e diz que "as razões para a realização da Copa América na iminência de uma terceira onda da pandemia no Brasil não correspondem à opção sanitária mais segura para o povo brasileiro".

Ao mesmo tempo, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), também fez um apelo aos jogadores, mas ao contrário: os convocando para atender ao campeonato.

"Faço um apelo especial aos jogadores da Seleção Brasileira: não se deixem ser usados em um momento como esse. O Brasil tem toda a possibilidade de fazer esse torneio, seguindo todas as medidas de segurança e restritivas. […] Então, conto com vocês para evitar esse boicote ao Brasil de não realizar a Copa América por uma disputa política", disse Flávio Bolsonaro.

O pedido do senador veio após a divulgação da nota de Calheiros, segundo a mídia.

Após as desistências da Argentina e da Colômbia para realização do evento, o presidente, Jair Bolsonaro, atendeu a pedidos da CBF e da Conmebol e aceitou receber a competição, prevista para se iniciar no próximo domingo (13), apesar da crise sanitária provocada pela pandemia da covid-19, que já fez mais de 470 mil mortos no país.

Anteriormente, os senadores que participam da CPI da Covid declararam que o campeonato da Copa América no Brasil seria "o campeonato da morte".(com agência Sputnik Brasil)