Ex-porta-voz de Bolsonaro, general diz que governo interfere na PF, nas Forças Armadas, na Receita e no Itamaraty

O general Otávio do Rêgo Barros, ex-porta-voz da Presidência da República, afirmou que "algumas ações ou omissões do governo expõem essas organizações ao escrutínio crítico, com viés negativo, resultando como consequência uma possível repulsa da sociedade"

Alan Santos/PR
Credit...Alan Santos/PR

O general Otávio do Rêgo Barros, ex-porta-voz da Presidência da República, afirmou, em artigo publicado no "Correio Braziliense", que o governo Jair Bolsonaro está interferindo politicamente na Polícia Federal, na Receita Federal, nas Forças Armadas e no Itamaraty.

Para ele, “algumas ações ou omissões do governo expõem essas organizações ao escrutínio crítico, com viés negativo, resultando como consequência uma possível repulsa da sociedade”.

Segundo o general, o Exército virou uma estrutura de apoio político pessoal de Jair Bolsonaro.

Por isso, Rêgo Barros alertou para uma intensificação da crise política no Brasil. (com Brasil 247)



O general Otávio do Rêgo Barros, ex-porta-voz da Presidência da República, afirmou que “algumas ações ou omissões do governo expõem essas organizações ao escrutínio crítico, com viés negativo, resultando como consequência uma possível repulsa da sociedade”
Otávio Rêgo Barros