Catarinenses aproveitam domingo de sol para reconstruir casas

Vassoura, rodo, carrinho de mão e a vontade de reconstruir as casas e as próprias vidas devem ser, segundo a Defesa Civil, prioridades neste ensolarado domingo (11) para os 927 mil catarinenses atingidos pela chuva que castigou o estado durante uma semana. São 153 mil desalojados e 14 mil desabrigados, em 91 municípios. Seis cidades estão em situação de calamidade pública e 37 decretaram estado de emergência. Duas mortes foram confirmadas.

Antônio José Mendonça, de 50 anos, morreu afogado na tarde de ontem (10) em Itajaí. O local do acidente estaria inundado com cerca de 1 metro de água. Na sexta-feira (9), em Guabiruba, Valdemiro Carminatti, de 66 anos, morreu quando o telhado que consertava desabou.

O nível dos rios continua baixando, mas segundo a Defesa Civil a situação ainda é crítica nos municípios de Aurora, Agronômica, Brusque, Ituporanga, Presidente Getúlio e Rio do Sul, que decretaram estado de calamidade pública. Geólogos da Defesa Civil estão no Braço do Baú, em Ilhota e em Rio do Sul,  para vistoriar áreas com risco de desmoronamento.

A previsão é que no início da tarde a BR-470 esteja liberada para o tráfego de caminhões, viabilizando a chegada de materiais de assistência em Rio do Sul, município que está sem comunicação. A Defesa Civil informou que os radioamadores é que estão conseguindo contato com todos os municípios isolados.

A Defesa Civil e a Vigilância Sanitária de Santa Catarina estão distribuindo informativos com orientações sobre os cuidados necessários após as enchentes.

Estabelecimentos comerciais não devem utilizar produtos que tenham entrado em contato com a água da enchente. Outro cuidado é com o manuseio de animais mortos. O correto é envolver o animal em um saco plástico e descartar no lixo orgânico. Para os que estão organizando campanhas de doação, a orientação é não arrecadar medicamentos.

De acordo com o levantamento realizado neste domingo pela Coordenadoria Municipal de Trânsito de Itajaí (Codetran), muitas ruas e bairros que estavam cobertos pela água já estão com trânsito livre.

O tempo está  estável com predomínio de sol  em  todo o estado devido a atuação de uma massa de ar frio e seco na Região Sul.