Polícia prende suspeito de assassinato de jornalista em SP

Foi preso nesse sábado um homem reconhecido por uma testemunha como um dos autores do assassinato do jornalista, Walter Pimentel, 43 anos, em um supermercado no bairro do Tucuruvi, zona norte de São Paulo (SP). O suspeito voi identificado a partir da divulgação de um retrato-falado de dois criminosos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a testemunha viu o homem caminhando na rua e avisou a polícia. A justiça já decretou a prisão preventiva do suspeito, de nome ainda não divulgado.

Pimentel foi baleado na cabeça, quando passava suas compras no caixa do supermercado. Segundo a polícia, possivelmente ele tenha tomado um susto e, a partir de uma reação involuntária, acabou sendo ferido. O jornalista ainda recebeu atendimento em um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o gerente do supermercado, quatro homens encapuzados participaram da ação criminosa. Dois deles renderam o jornalista, enquanto um terceiro roubou a carteira de Pimentel e efetuou os disparos. O quarto homem obrigou a funcionária do estabelecimento comercial a entregar o dinheiro do caixa - cerca de R$ 350.