PF cumpre 14 mandados contra chineses por contrabando em MG

A Polícia Federal (PF) realiza nesta quinta-feira, em Belo Horizonte (MG), a operação Índio Dragão, com a finalidade de desmantelar uma quadrilha especializada em contrabando e descaminho (importação sem recolhimento de tributos) em shoppings populares da capital mineira. São cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em depósitos de mercadorias. Conforme a PF, todos os responsáveis pelos locais são chineses.

Eles foram conduzidos para a Superintendência Regional da PF para prestar depoimentos. Os acusados responderão pelos crimes de formação de quadrilha ou bando, contrabando/descaminho e violação de direitos autorais, cujas penas somadas podem chegar a 11 anos de reclusão, além de multa e recolhimento da mercadoria. 

O nome da operação faz referência aos shoppings populares abastecidos pela quadrilha, todos com nomes indígenas, e a um dos principais símbolos chineses, o dragão.