Brasileiro diz que 'não se arrepende' de prisão no Paquistão

Rodrigo Moreto Cubek, brasileiro que ficou preso no Paquistão por interromper orações na maior mesquita de Islamabad com gritos sobre a Virgem Maria e Jesus Cristo, desembarcou na terça-feira em Curitiba e disse que "não se arrepende" do que fez. A informação é do Bom Dia PR.

Cubek foi libertado pela justiça paquistanesa na sexta-feira, o que o ministério das Relações Exteriores do Brasil manteve sob sigilo para proteger o brasileiro. Segundo a assessoria do Itamaraty, o embaixador brasileiro receou pela segurança de Cubek, que poderia ser alvo de grupos religiosos inconformados com sua liberdade. Cubek teve de pagar uma fiança de US$ 1.180, bem como sua passagem de volta.