No fim do mandato, Lula gastou 70% mais em publicidade que FHC

BRASÍLIA - Em 2010, o último ano do mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o petista gastou com publicidade 70,3% a mais do que seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso (PSDB), gastou em 2002, quando encerrou os oito anos de seu governo, segundo dados da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência publicados nesta terça pelo jornal Folha de S. Paulo. O governo Lula teria consumido R$ 1,629 bilhão em publicidade no ano passado.

De acordo com a publicação, a quantia se refere aos gastos da administração direta (os ministérios) e indireta (autarquias, fundações e empresas estatais).

Ainda não existem informações disponíveis sobre o mandato de Dilma Rousseff. No seu último ano no Planalto, 2002, FHC registrou gastos com publicidade de R$ 956,4 milhões, em valores atualizados pelo índice de preços IGP-M. O cálculo foi feito pelo Planalto, que não divulga valores nominais, exceto para 2010.