Apagão no Nordeste durou mais de três horas e atingiu oito estados

RIO - O apagão que deixou às escuras várias cidades em oito estados brasileiros durou mais de três horas. O problema começou por volta das 23h30 desta quinta-feira e só foi contornado às 2h30 de hoje. Foram atingidos os estados de Alagoas, Bahia, Sergipe, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. Só o Maranhão não registrou blecaute.

O presidente da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf),  Dilton da Conti Oliveira, disse que ainda não se sabe o que gerou o desligamento destas linhas de transmissão. "Houve uma falha no sistema e ainda não conseguimos identificar a causa. As usinas de Xingó, Sobradinho e Itaparica já voltaram a funcionar e, consequentemente, as subestações de diversos estados", acrescentou.

Conti informou que com o religamento das usinas, as empresas alimentadoras da concessionárias responsáveis pela distribuição de energia puderam cumprir seu papel e assim possibilitar o retorno da eletricidade nos estados do Nordeste. "Todo o pessoal da Chesf foi acionado. Passando essa fase de restabelecimento, vamos então ver a causa da ocorrência", disse Conti.

Segundo a GloboNews, o apagão teria sido causado por um curto-circuito em uma linha de transmissão no sertão pernambucano. Os sistemas de três usinas (Xingó, Paulo Afonso e Luiz Gonzaga) tiveram de ser desarmados.

A cidade do Salvador (BA) sofreu o apagão por volta das 23h do horário local. Da Cidade Baixa a Itapoã, ficaram iluminados somente os prédios com geradores. Às 23h30, Porto Seguro, no sul baiano, também caiu na escuridão. Idem a cidade de Senhor do Bonfim. Um dos principais eventos do calendário da cidade, o Festival de Verão funcionou com geradores. A cantora Ivete Sangalo se apresentou esta madrugada.