Polícia de São Paulo indicia suspeito de atirar em segurança de shopping

A Polícia Civil de São Paulo indiciou um ajudante de pedreiro de 20 anos pela morte de um segurança de um shopping após assalto no dia 7 de agosto, na zona norte de São Paulo. Segundo a polícia, Everton Coelho da Silva, assumiu o crime e irá responder por roubo seguido de morte. O jovem está preso desde sexta-feira.

O titular da Delegacia de Repressão a Roubo de Joias, José Antônio do Nascimento, afirmou que as investigações apontaram o ajudante como autor dos disparos. Ele foi preso na sexta-feira, após uma tentativa de roubo. De acordo com a polícia, o jovem não revelou o envolvimento no assalto ao shopping, mas os investigadores descobriram a relação com o crime e o interrrogaram.

Em depoimento, a polícia disse que o jovem confirmou o crime e contou detalhes da ação, mas afirmou que não recebeu nada pelo ataque. O segurança foi baleado na cabeça e morreu no hospital, quatro dias depois do assalto.