Corpo encontrado na BA pode ser de engenheira desaparecida

Portal Terra

SALVADOR - O corpo de uma mulher encontrado no interior da Bahia pode ser da engenheira ambiental Marleide de Oliveira Junqueira, 36 anos, desaparecida desde o dia 23 de agosto. A Polícia Civil baiana intensificou na última segunda-feira as buscas pela engenheira, concentrando os esforços em Ubatã, a 367 km de Salvador, e na ilha de Itaparica, no litoral do Estado.

Em Ubatã, o corpo de uma mulher foi encontrado em estado avançado de decomposição. O cadáver foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica de Jequié para ser periciado e pode ser de Marleide. Testemunhas afirmaram ter visto a engenheira neste final de semana em uma casa na ilha de Itaparica. A polícia não descarta nenhuma das hipóteses.

A PM também realiza buscas em diversos locais da Ilha de Itaparica na esperança de encontrar o principal suspeito do desaparecimento de Marleide, Antônio Luiz Santos de Jesus, ex-namorado da engenheira.

O delegado Adailton Adan, que investiga o crime, informou que o caso é prioridade e que ainda não há nenhum dado material que comprove o envolvimento do ex-namorado. Ele está sendo procurado para prestar depoimento, porque, de acordo com testemunhos de familiares, Marleide teria saído de casa informando que se encontraria com Antônio.