Relator teria doado dinheiro à campanha de ministro

Portal Terra

BRASÍLIA - O senador Wellington Salgado (PMDB-MG), que deixou o posto de novo relator do caso Renan Calheiros (PMDB-AL) na última quarta-feira, teria doado junto com sua família, R$ 1,23 milhão à campanha de Hélio Costa ao Senado (metade de todo o valor).

Ele era suplente do ministro das Comunicações, Hélio Costa. O senador Salgado e sua família são donos da Universidade Salgado de Oliveira (Universo) e do Centro Universitário do Triângulo (Unitri).

Salgado assumiu o mandato de senador em 11 de julho de 2005, quando Costa se licenciou.

O senador havia assumido a relatoria do processo depois que Epitácio Cafeteira (PTB-MA) pediu licença alegando problemas de saúde.