Senado homenageia os 47 anos de Brasília

Agência JB

BRASÍLIA - Começou há pouco a sessão plenária especial em homenagem aos 47 anos de Brasília. O senador Renan Calheiros, lembrou o tombamento da cidade como patrimônio histórico da Humanidade, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 1987.

Compõem a mesa da sessão o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, o vice-governador, Paulo Octávio (PFL-DF), o 1º secretário do Senado, Efraim Morais (PFL-PB), a neta do ex-presidente Juscelino Kubistschek, Anna Christina, o ex-governador do DF senador Joaquim Roriz e o senador Adelmir Santana. O Coral dos Mais Vividos, do Sesc-DF, cantam, neste momento, o Hino Nacional.

Brasília foi inaugurada em 21 de abril de 1960 pelo então presidente Juscelino Kubitschek - até então, a capital era a cidade do Rio de Janeiro. Sua criação, entretanto, já havia sido imaginada antes do século 20, como se observa na sugestão feita em 1823 por José Bonifácio de Andrada e Silva: instalar uma nova capital em Minas Gerais, com o nome de Petrópole ou Brasília.

A Constituição de 1891 determinava ainda que "fica pertencendo à União, no planalto central da República, uma zona de 14.400 quilômetros quadrados, que será oportunamente demarcada para nela estabelecer-se a futura capital federal".

Na cidade, encontram-se as sedes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário federais. No último censo realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2000, foi indicada uma população de 2,05 milhões de habitantes em todo o Distrito Federal, sendo 1,96 milhão na área urbana e cerca de 90 mil na área rural. As últimas projeções feitas pelo IBGE, em 2004, indicam uma população total de aproximadamente 2,36 milhões de habitantes.