Shows de Gusttavo Lima são contestados no MP-RJ

...

reprodução
Credit...reprodução

Relator da CPI da Intolerância na Alerj, o ex-deputado e advogado Átila Nunes Filho (foi o 1º suplente do MDB na eleição de 2018) ingressou com três ações no Ministério Público do Rio de Janeiro contra o desperdício de dinheiro público em shows pelas prefeituras de Paty do Alferes, Magé e Italva (no norte do RJ).

Todas realizam esta semana comemorações milionárias privilegiando a presença de cantores gospels e com discriminação a artistas de fé umbandista. A agravante é que os eventos, com presença do cantor Gusttavo Lima, não disfarçam o cunho eleitoral de apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

Ao justificar suas representações ao MP-RJ, Átila Nunes Filho recordou que em festa recente, promovida pela prefeitura de Itaboraí (vizinha a Magé), com a participação de artistas gospels, “houve ataques do pastor Felippe Valadão contra os terreiros da cidade”.

Ele questiona o descumprimento do princípio de igualdade religiosa na escolha exclusiva de artistas neopentecostais. E denuncia que são “deixados quase sempre de fora os intérpretes católicos e das religiões de matriz africana, mesmo sem estes terem o costume de cobrarem pelas suas apresentações”.

 

O reinado dos Cozzolino em Magé

As comemorações têm início hoje em Magé. O município de 250 mil habitantes na Baixada Fluminense vai comemorar, de 8 a 11 de junho, seus 467 anos gastando mais de R$ 1,5 milhão em shows de cantores gospels. O destaque é Gusttavo Lima, o cantor que apoia o presidente Jair Bolsonaro e foi envolvido em polêmica semana passada ao acusar os artistas que são apoiados pela Lei Rouanet. Como alternativa ao recolhimento de impostos, empresas podem destinar as verbas para produções artísticas (peças de teatro, filmes e shows).

Desde 2021, Magé é comandada pelo jovem Bruno Cozzolino Harb, 30 anos (PP-RJ). Ele integra a 3ª geração do clã Cozzolino, que se reveza no controle de um dos mais antigos municípios da Baixada desde os anos 80. Apesar de ter MBA em administração de empresas, o prefeito repete os métodos que levaram à cassação do mandato de Núbia Cozzolino e ao afastamento de Charles Cozzolino: os gastos nos shows correspondem a 60% das verbas reservadas à construção de creches no orçamento deste ano.

 

Tomates para Gusttavo Lima

Gusttavo Lima também é a atração principal (e dono do maior cachê) da tradicional “Festa do Tomate”, em Paty do Alferes. Na cidade de 28 mil habitantes, o prefeito Juninho Bernardes (PSC-RJ) dá início à programação nesta 6ª feira, 10 de junho, que encerra no outro domingo, 19 de junho.

No Norte fluminense, na pequena Italva (11 mil habitantes), outro prefeito eleito pelo PSC do pastor Everaldo, que levou ao poder o ex-governador Wilson Witzel na onda Bolsonaro de 2018, Leonardo Orato Rangel, mais conhecido como “Leo Pelanca”, agora no PL, promove shows de hoje a domingo.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais