Jornal do Brasil

País - Eleições 2018

Presidenciáveis lembraram ataque a Bolsonaro em debate da TV Gazeta

Candidatos defenderam pacificação do país

Jornal do Brasil

Os candidatos ao palácio do Planalto lembraram o atentado sofrido por Jair Bolsonaro, do PSL - que levou uma facada durante um evento de campanha eleitoral e defenderam a necessidade urgente de pacificação do país, no debate realizado pela Tv Gazeta em parceria com o Jornal "O Estadod e S. Paulo" e a rádio Jovem Pam, na noite deste domingo (9).

Primeiro bloco

Durante o primeiro bloco do debate Estadão/TV Gazeta/Jovem Pan/Twitter, o jornalista Rodolpho Gamberini, da TV Gazeta, indagou ao candidato do Podemos, Alvaro Dias, que o Brasil é visto como um País "permissivo" aos agrotóxicos. "Existe um projeto de lei que segundo ambientalistas vai afrouxar ainda mais essa legislação. O senhor apoiaria esse projeto (6299)?"

Alvaro Dias lembrou que foi governador do Paraná e realizou "o maior programa de preservação ambiental" da história do Estado, considerado modelo pela FAO e pelo Banco Mundial, implementado em 18 países. "O que temos é que fiscalizar o uso do agrotóxico. Ele é aplicado em todos os países evoluídos do mundo com correção, com formação técnica adequada e com investigação do órgão governamental para punir abusos que possam alcançar o interesse coletivo, que é a preservação da saúde. Nossos produtores rurais são essenciais no processo de desenvolvimento do País", afirmou.

O candidato do Psol, Guilherme Boulos, na réplica, comentou que "quando se trata de veneno na comida, não se pode ter meias palavras. Nossa proposta é uma reforma agrária e agroecológica valorizando pequeno agricultor, sem agrotóxico, sem transgênico. Por isso tenho companheira de chapa indígena", disse.

 



Recomendadas para você