Seca no interior de SP revela ruínas de antiga cidade submersa na década de 70

Rubineia foi inundada na década de 1970 para a construção da Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira

Foto: reprodução
Credit...Foto: reprodução

A seca, que fez com que o nível do rio Paraná baixasse consideravelmente, revelou colunas de concreto utilizadas para apoiar o telhado da estação ferroviária da antiga Rubineia, uma cidade que foi inundada na década de 1970 para a construção da Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira.

De acordo com o secretário de Turismo de Rubineia, Evandro Santos, "ainda existem de três a dois metros de água para chegar à plataforma da antiga estação", que ficava a aproximadamente 13 metros de profundidade.

Macaque in the trees
Além da estação ferroviária, foram revelados restos de construções da antiga Rubineia. (Foto: Foto: reprodução)

Evandro ainda revelou que a margem do rio Paraná recuou aproximadamente 200 metros devido à seca na região.

Além da estação ferroviária, foram revelados restos de construções da antiga Rubineia.

"As ruínas ficam em uma praia de água doce chamada Ipanema. A água está baixando cerca de 12 centímetros por dia", ressaltou.

Segundo Evandro, antigamente existiam 12 pontos de embarque e desembarque de barcos e lanchas, e hoje existem apenas cinco. (com agência Sputnik Brasil)



A estação ficava a aproximadamente 13 metros de profundidade
Além da estação ferroviária, foram revelados restos de construções da antiga Rubineia.


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais