PDT negocia suas cotas com Dilma, cria do partido

O PDT VAI COBRAR também a sua fatura na cota minis- terial do governo de Dilma Rousseff (PT). O partido aumen- tou a bancada federal de 23 para 28 deputados e terá quatro senadores. Combons números degeração deemprego com carteira nos últimos semestres, levados ao presidente Lula, Carlos Lupi quer se manter no Ministério do Trabalho. Alia- dos não descartam que a legenda ganhe espaço. Egressa do PDT, seu primeiro ninho político, Dilma ainda tem no partido políticos deconfiança. Uma reuniãodo PDT nasexta, em Brasília,começará aesboçaro futurodopartido dentrodo governo nos próximos quatro anos.

Ricardo Stuckert / PR

ACORDO

– Lupi (D) levou números de emprego ao chefe e o animouCom

Sucursal de Brasília

BOLETIM DE TV

Trabalho paulista

Interlocutorde pesoe com trânsitoem sindicatos paulistas,o deputadoesta- dual Campos Machado (PTB) poderá assumir a Se- cretaria de Trabalho de Ge- raldo Alckmin.

Geraldo trabalhista

Alckmin avisoua aliados que quermais proximidade com os sindicatosdo estado, relegados no atual governo.

Temer caça

A ideia de Michel Temer, vice eleito, assumir oMinistério da Defesa, partiu deseu próprio grupo. Com aiminente escolha dos36 caçaspara aFAB, oque ficará pr ovavelm ente para a presidente Dilma, é poder em dobro para o vice.

A 15ª

Só 14 mulheres são ou foram governantes de países no mundo. Dilma Rousseff será a 15ª.

Os R$ 600

O PPS cobrou para si a pa- ternidade daproposta dos R$ 600 de salário mínimo. É de Arnaldo Jardim (PPS-SP) aemendaque c ravaovalor no Orçamento. O partido mo- bilizaa oposiçãoparagritar contra o governo, que preten- de no máximo R$ 580.

Nipo-cubanos

O secretário de Inovação do Ministério do Desenvolvi- mento, FrancelinoGrando, levou para Cuba o modelo ja- ponês de TV Digital, adotado pelo Brasil. Voltou confiante de que Raúl Castro adotará o sistema,com suporteofere- cido daqui.

Fonte: Rede Vida, Jornal da Vida

Homem das cavernas

Jorge Gerdau vai investir pesado. Em preservação de ca- vernas esítios ar- queológicos numa região de Minas. O MP determinou que o empresáriopro- mova recuperação do patrimônioar- queológico depois que suas atividades de mineraçãodes- truíram cavernas.

Acor do

O caso ocorreu em 2008, e o empre- sáriofechou acordocomo MP.Agora, terá de desembolsar alguns milhões de reais na Serra da Moeda, nas cidades de Arcos, Pains, Doresópolis e Iguatama.