MUNDO

Rússia diz ter visto 'erros' em candidatura de opositor de Putin

Comissão eleitoral afirma que lista de apoiadores tem falecidos

Por JB INTERNACIONAL
[email protected]

Publicado em 02/02/2024 às 13:56

Alterado em 02/02/2024 às 18:29

Boris Nadezhdin pode ser candidato a presidente da Rússia Foto: AP

O vice-presidente da comissão eleitoral da Rússia, Nikolai Bulaev, afirmou nesta sexta-feira (2) que as autoridades teriam encontrado "erros surpreendentes" no elenco de assinaturas apresentadas em apoio à candidatura às eleições presidenciais de Boris Nadezhdin, opositor de Vladimir Putin contrário à guerra na Ucrânia.

Bulaev afirmou que a lista teria assinaturas de "dezenas de pessoas falecidas".

"Isso levanta questões sobre as normas éticas dos que recolheram as firmas", disse Bulaev, dizendo que Nadezhdin está "diretamente envolvido".

Ele também disse que a verificação das assinaturas recolhidas ainda está em andamento.

Nomeado como candidato por um pequeno partido sem representação na Duma (câmara baixa da Assembleia Federal russa), Nadezhdin precisou apresentar à comissão eleitoral 100 mil assinaturas em apoio a sua candidatura, com no máximo 2,5 mil por cada região.

O político disse, na última quarta-feira (31), que entregou 105 mil, o máximo aceito pela comissão, mas garantiu ter recolhido mais de 200 mil até 26 de janeiro.

Nas últimas semanas, a imprensa local relatou a ida de pessoas que, desafiando o frio do inverno, formaram filas diante dos comitês eleitorais de Nadezhdin em Moscou, São Petersburgo e outras grandes cidades para firmar o apoio à candidatura.

As eleições ocorrerão entre os próximos dias 15 e 17 de março.

Segundo a agência de notícias estatal Tass, os resultados das verificações de assinaturas, tanto de Nadezhdin contra de outro candidato, Sergei Malinkovich, serão apresentados na próxima segunda-feira (5). (com Agência Brasil)

Tags: