MUNDO

Trump vence em New Hampshire e pede desistência de Haley

Ex-presidente pavimentou caminho para desafiar Biden em novembro

Por JB INTERNACIONAL
[email protected]

Publicado em 24/01/2024 às 07:50

Alterado em 24/01/2024 às 10:11

Trump Reuters / Carlos Barria

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump venceu as primárias do Partido Republicano em New Hampshire e deu mais um passo para assegurar a indicação da legenda para as eleições de novembro.

Em um estado considerado moderado, o magnata, símbolo da radicalização dos republicanos, obteve 54,7% dos votos, contra 43,5% da ex-governadora da Carolina do Sul Nikki Haley.

Essa é a primeira vez desde 1976 que um candidato republicano vence as prévias em Iowa e New Hampshire, as duas primeiras na longa corrida que define os concorrentes à Casa Branca.

"Estou honrado", disse Trump à emissora conservadora Fox News. O ex-presidente ainda pediu que Haley, sua única adversária nas primárias, deixe a disputa. "Se ela não sair, vamos desperdiçar dinheiro ao invés de gastá-lo contra Joe Biden, que é nosso foco", declarou.

O resultado foi decepcionante para a ex-governadora, que esperava ao menos uma distância menor para Trump em um estado de eleitorado historicamente moderado.

"Gostaria de parabenizar Donald Trump pela vitória, mas a corrida não acabou", afirmou Haley, que agora aposta suas fichas na Carolina do Sul, estado onde foi governadora e que realiza suas primárias em 24 de fevereiro.

As médias das pesquisas mostram uma vantagem de mais de 30 pontos para o magnata, porém Haley terá um mês para convencer o eleitorado de seu próprio estado de que é a melhor opção para desafiar Biden em novembro "A coroação de Trump seria uma vitória para Biden, e a Carolina do Sul não quer uma coroação, quer uma eleição", reforçou a ex-governadora.

No lado democrata, o atual presidente venceu as primárias em New Hampshire sem sequer ter se inscrito, com 51,2% dos votos, contra 19,7% do congressista Dean Phillips. (com Ansa)

Tags: