A sabedoria de João Saldanha

Neste domingo, vivo fosse, João Alves Jobim Saldanha (1917-1990) completaria 94 anos. Vamos relembrar algumas das pérolas de autoria do grande cronista esportivo do JB

1) "Todo treinador de qualquer categoria que defende a concentração é candidato a corno".

2) "O presidente escolhe seus ministros e eu convoco a seleção" (sobre a polêmica com o presidente Médici que acabou lhe custando o cargo de treinador da Seleção).

3) "Só se a Adidas se associar com a De Millus para providenciar o uniforme" (sobre o futebol feminino).

4)  “Não quero jogador para casar com minha filha; quero só que resolva dentro de campo”

5) "Campo de futebol nao é loteamento. Ninguém é dono de lote, de posição fixa"

6) "Dissolvido? Eu não sou sorvete pra ser dissolvido" (Ao ser afastado da seleção e comunicado que sua comissão técnica fora "dissolvida").

7) "Entre dois, quem tira o segundo é o último".

8) “Minha filha, índio no Rio de Janeiro, só se for o Cacique de Ramos" (perguntado sobre a questão indígena no Brasil).

9) "Ainda não provei" (quando perguntado, no estado Beira Rio, se aprovava o gramado do campo).

10) "Vida que segue".