Como Leandrinho virou um dos técnicos do Goldem State Warriors, que está na final da NBA

Brasileiro atuou pelo clube e, depois da aposentadoria, passou a integrar comissão técnica da equipe de Steph Curry

.
Credit....

Os eventos esportivos mais aguardados nas duas últimas semanas têm sido as finais da NBA. A disputa entre Boston Celtics e Golden State Warriors, alvo dos sites de apostas que oferecem o deposito minimo bet365, vai definir quem é o melhor time na liga norte-americana de basquete, a mais competitiva do mundo.

De um lado, o trio ofensivo que tenta retomar a dinastia da competição, com Steph Curry, Klay Thompson e Draymond Green. Do outro, a força defensiva e a tradição de uma das equipes mais tradicionais da NBA, liderada por nomes como Jason Tatum e Jewerly Brown. Até o momento, os Warriors vencem no placar geral, por 3 a 2.

Para quem acompanha os jogos das finais, é normal ver Curry realizando o seu aquecimento antes das partidas começarem. Além dos tradicionais arremessos de 3 pontos, sua principal característica, o armador também faz movimentações de dribles, proteção de bola e condução.

Nesse momento, seu principal companheiro de atividade é o brasileiro Leandro Barbosa, o Leandrinho, ex-jogador com passagens por clubes da NBA, do basquete nacional e também da seleção brasileira. Leandrinho vive nos EUA e faz parte da comissão técnica liderada por Steve Kerr, comandante dos Warriors e também conhecido por ser uma das estrelas do Chicago Bulls na década de 1990, ao lado de Michael Jordan e companhia.

Leandrinho se tornou um dos técnicos do Golden State quando se aposentou das quadras, em meados de 2020. Mas sua contratação começou a ser especulada há quase uma década, em 2014, quando ele defendeu o Golden State por duas temporadas. O bom desempenho em quadra e a dedicação deixaram uma boa impressão do brasileiro entre a torcida e os dirigentes do clube.

A equipe entende que o brasileiro, que atuou em 14 temporadas da NBA, por clubes como Phoenix Suns, Indiana Pacers e Boston Celtics, teria a acrescentar dicas e ensinamentos aos jovens do Golden State. "Como jogador, ele era muito enérgico, focado e jogava com muita alegria. É sensacional tê-lo por perto todos os dias. Ele nos tornou melhores com sua atitude e faz o mesmo como assistente técnico", disse Ron Adams, assistente técnico dos Warriors, em entrevista recente ao portal UOL.

Além da carreira vitoriosa na NBA, Leandrinho também jogou no Brasil, no Minas e também no Flamengo. Na seleção brasileira, foi o principal nome de uma geração que conseguiu classificação para duas Olimpíadas consecutivas: em 2012, em Londres, e 2016, no Rio de Janeiro.

O próprio Leandrinho já falou do relacionamento que tem com Curry em uma entrevista concedida à rádio norte-americana KNBR 880. "Uma coisa que eu disse a ele [Curry] quando ele estava tendo dificuldades para fazer arremessos: 'Você temque ser paciente porque este é um ambiente diferente, é um time diferente, caras diferentes. Vai demorar um pouco para você se sentir confortável'", disse Leandrinho à rádio KNBR 680.

"E ele disse: 'Sim, definitivamente. Vou precisar de você [para lembrá-lo disso]'. Eu disse: 'Estou aqui. Estou aqui para você. Não se preocupe com isso. Apenas seja paciente e continue fazendo o que você faz. Pratique do jeito que você faz, mas, às vezes, você vai ter que ser diferente na maneira como você joga'", complementou o ex-jogador brasileiro.

Leandrinho está em forma e o técnico Steve Kerr já disse que o brasileiro poderia ajudar a equipe dentro de quadra, sobretudo em período da temporada em que jogadores como Thompson e Green estavam fora por lesão. O brasileiro, no entanto, disse que poderia ajudar mais fora de quadra. E parece que tem dado resultado.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais