Camisas das equipes do Brasileirão são dominadas por casas de apostas

Empresas investem em equipes do Campeonato Brasileiro, expondo as suas marcas e investindo financeiramente no crescimento dos clubes

Foto: divulgação
Credit...Foto: divulgação

Já não é nenhum segredo que as casas de apostas têm investido pesado em patrocínios no Brasil. As empresas do segmento entraram de vez no país, especialmente na modalidade favorita dos brasileiros, o futebol.

Dessa forma, nada como buscar atrair um público ainda maior com ações voltadas para a paixão nacional. Além disso, as apostas esportivas no Brasil já estão em crescimento acelerado, e todo esse cenário e investimento favorecem para que os números do setor aumentem com ainda mais velocidade.

As casas de apostas passaram a patrocinar diversas equipes e competições, seja com ações pontuais, cotas menores e, claro, o famoso "master", ocupando os principais espaços nas camisas, banners e campanhas das equipes.

Um dos motivos desse interesse é que em 2018 um projeto de lei nº 13.756 foi aprovado e passou a permitir que brasileiros apostem estando no país, porém on-line apenas em empresas regulamentadas no exterior.

Com isso, as casas de apostas passaram a receber um fluxo gigantesco de apostadores brasileiros, criando um cenário de batalha entre as empresas estrangeiras para conquistar o público brasileiro.
Para isso, nada como a visibilidade que competições e equipes renomadas podem trazer, afinal, até mesmo quem não conhece acaba pesquisando sobre as empresas quando elas estão presentes nos eventos e camisas, rendendo um bom engajamento nas redes sociais e atraindo novos clientes.

De acordo com um levantamento realizado pelo jornal O Globo com todos os participantes da primeira divisão nacional brasileira, no Campeonato Brasileiro na Série A, 85% das 20 equipes possuem patrocínio de alguma casa de apostas.

O Brasil é o país do futebol, e nada como investir na divulgação de uma marca na principal competição nacional, o Campeonato Brasileiro. Este é o pensamento das casas de apostas, ganhando espaço em placas de publicidade, coletivas de imprensa, eventos e nos uniformes.

Essa atividade acaba sendo excelente para todos os lados. Pela parte das empresas, as mesmas ganham a exposição necessária para atrair clientes. Já nos clubes, os valores das negociações são bem interessantes, como por exemplo, o acordo entre São Paulo e Sportingbet.io, na casa dos 100 milhões de reais.

Por fim, o torcedor também ganha, já que o seu clube do coração consegue fazer caixa para se reestruturar financeiramente. Até mesmo quem não é torcedor de uma equipe de Série A, mas gosta de assistir, ganha.

Afinal, virou rotina as equipes conseguirem repatriar craques, além de trazer jogadores que não se imaginava estarem no Brasil hoje, como Filipe Luís e Diego Alves no Flamengo; Diego Costa e Hulk no Atlético Mineiro; Douglas Costa no Grêmio; Willian no Corinthians, entre outros nomes.

Dessa forma, o nível de competitividade fica cada vez maior, melhorando os duelos e dando aos brasileiros mais chances em competições internacionais, como a Libertadores, onde o país conta com três entre os quatro semifinalistas em 2021.

Como apostar em partidas de futebol no Brasil legalmente?
Primeiro, é importante ressaltar mais uma vez que no Brasil ainda não existem regulamentações, então é necessário apostar on-line. Para isso, o único requisito é ser maior de idade, ou seja, ter pelo menos 18 anos.

Atendendo a isso, pode-se escolher qualquer uma das diversas opções de casas de apostas legalizadas disponíveis. Torcedores fiéis têm o hábito de apostar em casas que patrocinam os grandes clubes nacionais.

O processo inclui criar um cadastro e depositar saldo na conta. Vale lembrar a necessidade de se praticar o jogo responsável e fazer-se boas análises antes de confirmar participação.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais