O medieval sob as lentes da modernidade

Mas Bruges é, também, cultura. São cerca de 14 museus, dos quais dois, pelo menos, merecem parada obrigatória. O Museu Groeninge, que reúne uma excepcional coleção de cinco séculos da pintura flamenga e o Museu Gruuthuse, onde se pode admirar a formidável evolução dos objetos que preencheram o cotidiano de dez gerações de habitantes.

Assim é esta ‘vila’ duas vezes milenar que, ora respira a calma do passado, ora vibra com a energia de uma multidão de jovens universitários que procuram Bruges para estudar. Ou de artistas, em busca do belo, do harmonioso, do ângulo perfeito”.