Chávez retorna à Venezuela e paga promessa por recuperação de sua saúde

Após cinco dias em Havana (Cuba), o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, volta hoje para Caracas. Ele anunciou que sua primeira atividade será pagar uma promessa ao Santo Cristo de La Grita. A imagem de Jesus Cristo crucificado passou a ser adorada por moradores da cidade de La Grita, na Venezuela, quando houve um terremoto no século 17. Eles atribuem a ela uma proteção.

Chávez disse que pagará a promessa a Santo Cristo de La Grita pela “recuperação positiva” que vem tendo. Há quatro meses, ele se submete a um tratamento médico de combate ao câncer. Em junho, o presidente retirou, durante visita a Havana, um abcesso na pélvis, depois fez quatro sessões de quimioterapia. Desde então, está 20 quilos mais magro e careca.

"Amanhã [quinta-feira] regressaremos [a Caracas]. Vamos ao Santo Cristo de La Grita pagar uma promessa que fiz", disse Chávez, em entrevista à emissora estatal de televisão (VTV).

Chávez não detalhou os exames que fez em Cuba, nem informou sobre o câncer que o atinge. Ele disse que fez caminhadas e conversou bastante com Fidel Castro, ex-presidente cubano. O presidente venezuelano será acompanhado na sua promessa religiosa pelo ministro de Energia e Petróleo, Rafael Ramírez. Eles viajarão de avião de Caracas até o estado venezuelano de Táchira, a 900 quilômetros da capital, onde fica a cidade de La Grita.

"Vamos estar junto ao povo devoto que orou pela saúde do presidente Chávez. Vamos fazer um ato de profunda fé e convicção no futuro, cheios de esperança e amor", disse o ministro.