Imprensa pró-Kadhafi nega captura de porta-voz do antigo regime

O porta-voz do antigo regime de Muamar Kadhafi, Musa Ibrahim, não foi capturado como anunciaram na quinta-feira os comandantes do Conselho Nacional de Transição (CNT), afirma um site de notícias ligado ao antigo homem forte do país.

"Musa Ibrahim não foi detido, se trata de um boato falso que pretende desviar a atenção dos movimentos dos rebeldes e de seu fracasso diante da força dos heróis de Sirte", afirma o site do canal de televisão Allibiya, que saiu do ar após a queda de Trípoli em agosto.

Na quinta-feira, o comandante Mustafa ben Dardef, da brigada de Zenten, vinculada às novas autoridades do CNT, anunciou que os combatentes de Misrata haviam capturado Musa Ibrahim.

A informação também foi divulgada por outro comandante, Mohamed al Marimi, que no entanto não confirmou o boato de que Ibrahim estaria vestido de mulher.

Musa Ibrahim era considerado foragido desde que o CNT assumiu o controle do quartel-general de Kadhafi.

Os combatentes de Misrata, cidade ao oeste de Sirte, participam no ataque iniciado há duas semanas pelo CNT contra Sirte, um dos últimos redutos do antigo regime, que opõe uma forte resistência ao novo governo.