Brasil presta solidariedade e apoio às vítimas de explosão no Quênia

O governo do Brasil lamentou hoje (12) a explosão de um oleoduto em Nairóbi, capital do Quênia, na África, que matou pelo menos 100 pessoas. Em nota oficial, o Itamaraty informou que é solidário ao governo queniano e às famílias das vítimas. O incêndio gerado pela explosão de um oleoduto ocorreu na região de Lunga Lunga, área industrial da capital queniana.

“O governo brasileiro expressa seu profundo pesar pelas mais de 100 mortes ocorridas em função da trágica explosão do oleoduto e dos incêndios subsequentes no distrito industrial de Lunga Lunga registrados hoje, em Nairóbi. O governo brasileiro transmite a todos os quenianos e, em particular, aos familiares das vítimas, as condolências e a solidariedade do povo brasileiro”, diz a nota.

De acordo com informações preliminares, o oleoduto se rompeu no momento em que centenas de pessoas tentavam armazenar combustível. Segundo testemunhas, a explosão foi provocada por restos de cigarro.

Após a explosão, o fogo se espalhou rapidamente pelo oleoduto. O incidente ocorreu em uma região bastante povoada. Emissoras locais de televisão mostraram imagens de corpos carbonizados.