Líbia: chanceler britânico diz que não há caminho de volta

Em entrevista coletiva em Londres, o chanceler britânico, William Hague, reconheceu nesta quinta-feira que ainda existem focos de resistência de forças pró-Kadafi ao redor da Líbia.

Segundo Hague, "ainda há muito trabalho para ser feito", mas ele pediu aos combatentes que abandonem as armas porque "não há caminho de volta" para as forças pró-Kadafi.

Hague também anunciou que a ONU está trabalhando em uma nova resolução para a Líbia.