Embaixada da Líbia no Irã declara sua 'solidariedade' à rebelião

A embaixada da Líbia em Teerã declarou sua "solidariedade" com a rebelião, informaram nesta quinta-feira meios de comunicação iranianos.

"A missão diplomática líbia anuncia sua solidariedade completa com a revolução de 17 de fevereiro", data do início da rebelião, afirma o comunicado da missão diplomática, que, no entanto, não menciona o Conselho Nacional de Transição (CNT), órgão político dos rebeldes.

Segundo a agência IRNA, a bandeira verde foi retirada da embaixada e os membros da representação diplomática afirmaram que alçariam a bandeira adotada pelos rebeldes, vermelha, verde e preta.

O Irã "felicitou" na terça-feira o "povo muçulmano líbio" após a entrada dos rebeldes em Trípoli, bastião do regime de Muamar Kadafi.