Odebrecht retira mais 441 funcionários da Líbia

O segundo avião fretado pela construtora Odebrecht pousou às 8h (12h de Londres) de hoje (25) na Ilha de Malta, no Sul da Europa, levando 441 funcionários da empresa e parentes que estavam na Líbia.

De acordo com comunicado divulgado pela companhia, do total de pessoas retiradas do país, 270 eram  naturais do Vietnã, 170 da Tailândia e uma do México.

A Odebrecht espera retirar mais funcionários no terceiro voo fretado para esta sexta-feira. Em nota, a construtora informou que um navio procedente da Itália atracou no Porto de Trípoli, capital líbia, às 7h40 de Brasília. Neste navio, que tem capacidade para transportar 2 mil pessoas, deverão ser embarcados nas próximas horas todos os funcionários e parentes que ainda estão na cidade.

Segundo a Odebrecht, as pessoas resgatadas chegaram a Malta em boas condições de saúde e estão sendo embarcadas para os países de origem.