Israel reforça segurança de embaixadas depois de alertas

JERUSALÉM - Israel decidiu reforçar o dispositivo de segurança de várias de suas embaixadas depois de incidentes ocorridos desde domingo, indicou nesta terça-feira a rádio pública israelense.

A emissora não deu detalhes sobre a natureza desses acontecimentos ou sobre as embaixadas envolvidas.

O "departamento de luta contra o terrorismo", subordinado ao gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyhu, advertiu recentemente aos cidadãos israelenses que existem riscos para sua segurança em sete países: Venezuela, Egito, Turquia, Geórgia, Mali, Costa do Marfim e Mauritânia.