Polícia iraniana bloqueia acesso à casa do opositor Moussavi

TEERÃ - A polícia iraniana bloqueou o acesso à casa de um dos líderes da oposição, o ex-primeiro-ministro Mir Hossein Moussavi, cujas linhas telefônicas foram cortadas, para impedir que ele participasse de uma manifestação, denunciou nesta segunda-feira seu site Kaleme.com.

"Todas as linhas de telefone fixo e móvel de Moussavi e de sua mulher Zahra Rahnavard estão cortadas desde ontem (domingo). Desde a manhã de hoje, a rua onde fica sua casa foi fechada por carros da polícia", informou o site.

"Várias viaturas da polícia estão estacionadas na rua e é impossível circular", acrescentou o Kaleme.com.

A casa de outro líder da oposição, o ex-chefe do parlamento Mehdi Karubi, também está sendo vigiada por agentes do governo desde quinta-feira.

Moussavi e Karubi haviam pedido uma autorização para organizar nesta segunda-feira passeatas de apoio às revoltas na Tunísia e no Egito, mas o regime proibiu qualquer manifestação, considerando que se tratava de uma desculpa para protestar contra o governo.