Mulher sobrevive após se jogar de 23º andar de hotel na Argentina

BUENOS AIRES - Uma mulher de 30 anos conseguiu sobreviver, ainda que com ferimentos graves, após se jogar nesta segunda-feira do 23º andar de um hotel localizado no coração da capital da Argentina, informou a polícia. A queda foi amortecida por um táxi que estava parado na porta do hotel e cujo motorista saiu do carro segundos antes do impacto.

A vítima foi levada para um hospital, onde teve baço, rim e pulmão retirados, e embora sua família tenha pedido para que os relatórios médicos não fossem divulgados, sabe-se sobre uma dupla fratura de quadril e que seu estado é muito grave.

"Estava dentro do carro esperando um passageiro quando vi um policial que olhava para cima e me advertiu que havia uma mulher presa a uma janela com apenas uma mão", relatou Miguel, o motorista de 39 anos.

"Instintivamente saí do carro e, segundos depois, senti uma explosão e vi o corpo da mulher afundado no teto do meu veículo. Se não saio me mata. A primeira coisa que fiz foi telefonar para minha família e depois comecei a chorar, é muito difícil ver algo assim", disse o homem.

De acordo com o relato de testemunhas, a mulher entrou na confeitaria do hotel, localizada no último piso, pediu um café e, após deixar sua bolsa e sapatos ao lado da mesa, se lançou ao vazio, sem que ninguém conseguisse detê-la.

O fato ocorreu em um momento de grande trânsito de veículos e pessoas nesta região da cidade, localizada no centro de Buenos Aires.