Medvedev: autores do atentado de Moscou têm de ser liquidados

MOSCOU - O presidente russo, Dmitri Medvedev, afirmou nesta terça-feira que os autores do atentado no aeroporto de Moscou devem ser julgados e seu covil liquidado, admitindo, ao mesmo tempo, que o terrorismo continua sendo a ameaça mais séria para a Rússia.

"Devemos fazer todo o possível para que os bandidos que tenham cometido este crime sejam identificados e compareçam ante a justiça, e que os covis desses bandidos sejam liquidados", declarou Medvedev, segundo imagens difundidas pela televisão russa. "O terrorismo continua sendo a principal ameaça para a segurança de nosso Estado", acrescentou.

Os investigadores russos encarregados de apurar o atentado de segunda-feira, que deixou 35 mortos no aeroporto de Moscou-Domodedovo, trabalhavam nesta terça com a hipótese de que a explosão tenha sido provocada por uma mulher-bomba, acompanhada de um cúmplice, e apontam que a estratégia é característica dos rebeldes do norte do Cáucaso.