EUA: Senado nega revisão da lei contra gays declarados no Exército

O Senado dos Estados Unidos rejeitou nesta quinta-feira analisar um amplo projeto sobre verbas para o Pentágono que incluía a anulação da lei que impede a presença de homossexuais declarados nas Forças Armadas dos EUA.

Na prática, os legisladores rejeitaram uma moção pedindo a abertura dos debates, por 57 votos a 40.

A chamada lei "Don't ask, don't tell" (Não pergunte, não diga), sancionada em 1993, obriga os militares gays a não revelar sua homossexualidade, sob pena de exclusão.

O presidente Barack Obama lamentou a decisão do Senado e se disse "extremamente decepcionado porque este novo bloqueio impediu o progresso do projeto de lei do Pentágono".

Segundo Obama, uma "minoria de senadores bloqueou esta lei importante, em grande parte porque rejeita o fim da 'Dont'ask, don't tell'.